João Pessoa, 14 de December de 2017
Cultura
06/08/2017 as 14:40min - PB Agora
Enterrado corpo de Zabé da Loca

 O corpo da artista Zabé da Loca foi enterrado na manhã deste domingo (6), no cemitério municipal de Monteiro. Ela morreu na manhã deste sábado (5), na Comunidade Santa Catarina, na zona rural de Monteiro, no Cariri da Paraíba. As primeiras informações repassadas pela família são de que Zabé estava com 93 anos de idade e morreu em casa de morte natural.


O velório da pifeira aconteceu em três momentos, na casa dela e no Memorial Zabé da Loca, localizado no Sítio Tungão, Fazenda Santa Catarina, no sábado, e no Centro Cultural de Monteiro, neste domingo, com a presença de familiares, amigos e admiradores. A cerimônia contou com a homenagem da Banda de Pífanos Zeca, do Pio X.
A Prefeitura de Monteiro decretou luto oficial de três dias, deste sábado até a segunda-feira (7), de acordo com a assessoria de comunicação. Isabel Marques da Silva, a Zabé da Loca, ficou bastante conhecida por morar durante 25 anos dentro de uma pequena gruta (loca), na Comunicade Santa Catarina, na zona rural de Monteiro. Inclusive, o apelido surgiu por esse motivo.


E foi por esse motivo que ela teve que deixar a gruta e ir morar na casa de uma das filhas. Em 2003, aos 79 anos, gravou o seu primeiro CD, Canto do Semi-Árido, com composições próprias e versões de Luiz Gonzaga e Humberto Texeira. Nos últimos anos, Zabé lutava contra a doença de alzheimer.

 

Redação com G1

Compartilhe