João Pessoa, 12 de December de 2017
Cultura
07/10/2017 as 08:35min - PB Agora
Após 35 anos, Xuxa fala sobre filme polêmico com menino

A apresentadora Xuxa Meneghel voltou a defender a Lei Menino Bernardo, que proíbe que crianças e adolescentes sejam educados com o uso de castigos físicos ou com tratamento cruel ou degradante. Em um vídeo ao vivo no qual respondeu perguntas sobre o assunto nas redes sociais, a apresentadora citou inclusive o filme ‘Amor, Estranho Amor’, que estrelou em 1982, no qual aparece em uma cena quente com um menino de 12 anos.

“Não gosta de mim, não tem problema. Ótimo, não quero que gostem de mim…. Querem me chamar de garota de programa, querem me chamar de pedófila porque fiz um filme quando tinha 18 anos, chamem. Aliás, eu gostaria que todo mundo visse o filme, por favor. É muito bom. Querem me chamar de prostituta, chamem, mas existe uma lei chamada Menino Bernardo, que vocês vão ter de aceitar. E essa lei é clara, não pode usar violência contra criança”, disse a apresentador durante a conversa com os internautas.

A apresentadora respondeu a uma internauta que questionou se palmadas podem ser consideradas violência. “Violência é violência. Hoje existe uma lei dizendo que você não pode usar violência contra as crianças. Você acha que um tapa não é violência? E se eu, que sou do mesmo tamanho que você, te der um tapa? Do que você chama isso? Você pode até ir numa delegacia e dizer: ‘eu fui agredida pela Xuxa’. Agora uma criança não pode fazer isso. Essa lei serve exatamente para proteger nossas crianças disso. Violência contra crianças não pode”, disse Xuxa no início do vídeo.

 

Yahoo

Compartilhe