Começa nesta quinta-feira (7) o prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda 2019, referente ao ano-base 2018. Os contribuintes que estiverem obrigados a entregá-la precisam fazer isso até 30 de abril. A expectativa é de que 300 mil pessoas declarem Imposto de Renda na Paraíba, sendo mais de 131 mil contribuintes de João Pessoa e mais de 41 mil contribuintes de Campina Grande.

 

Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, receberão mais cedo as restituições do Imposto de Renda. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade.

O delegado da Receita Federal em Campina Grande, Gilberto Rios, alertou para alguns cuidados que os paraibanos devem observar para não “serem pegos” pelo “leão”. Em entrevista a Rádio Caturité AM, ele destacou que a nova regra é a obrigatoriedade de apresentação do CPF de todos os dependentes ou alimentandos.

O delegado explicou que o procedimento está se tornando mais fácil, tendo em vista que alguns cartórios já emitem o CPF no momento do registro de nascimento.

– Pontualmente, a grande novidade é a obrigatoriedade de informar o CPF para todo e qualquer dependente ou alimentando. Com relação às regras mais básicas de rendimentos, não mudou absolutamente nada – disse.

Gilberto comentou as regras para declaração de Imposto de Renda deste ano e explicou que o cidadão que teve rendimentos tributáveis no ano de 2018 no valor de R$ 28.559,70 está obrigado a declarar. Também disse que as pessoas que não tiveram rendimentos tributáveis, mas receberam rendimentos isentos com valores superiores a R$ 40 mil também estão obrigadas a declarar Imposto de Renda.

Ele destacou que as pessoas que não possuíram qualquer renda em 2018, mas tiveram ganho de capital na alienação de bens, estão obrigados a declarar. Também frisou que, para descobrir se está obrigado a declarar Imposto de Renda por venda de imóveis, o cidadão pode fazer o download do programa GCAP.

– O contribuinte não precisa temer isso, porque na maioria das vezes essa diferença no valor da venda não representa ganho de capital. É importante que ele baixe o programa Ganhos de Capital, GCAP, e apure se houve ganho de capital para saber se ele está ou não obrigado a declarar – disse.

 

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Arrecadação federal de maio chega a R$ 113,2 bilhões

A arrecadação das receitas federais somou R$ 113,278 bilhões em maio de 2019, informou hoje (24) a Secretaria da Receita Federal do Ministério da Economia (SRF). Houve aumento real (descontada…

Servidores do governo da PB têm uma semana para atualizar dados cadastrais

Os servidores do Estado da Paraíba têm uma semana para atualizar dados e receber salário de agosto. A atualização do cadastro é parte do conteúdo de uma portaria assinada pela…