João Pessoa, 14 de December de 2017
Educação
15/03/2017 as 10:05min - PB Agora
Trabalhadores em Educação paralisam atividades na PB

Os trabalhadores em Educação da Paraíba aderiram a uma mobilização nacional, e  paralisam atividades nesta quarta-feira (15). Nas três universidades públicas do Estado, a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), não está havendo aula hoje. 

A coordenadora de formação do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação da Paraíba (Sintep), Socorro Ramalho, disse em entrevista à Rádio Caturité AM que os motivos da paralisação nacional  envolvem a ausência de reajuste salarial, a falta de apreciação do PCCR, a falta de concessão de ascensão e a proposta de reforma da Previdência.

Socorro afirmou que a programação se inicia na manhã desta quarta-feira, em frente ao INSS localizado na rua João Lourenço Porto, Centro de Campina Grande.

Ela disse ainda que uma caravana vai ser organizada para levar os trabalhadores para a Assembleia Legislativa no turno da tarde.

– Todos os trabalhadores em Educação, não só os professores, estão parando hoje e não apenas pelas razões estaduais. Essa greve é nacional e fundamentalmente contra a reforma da Previdência. Não podemos deixar que esse direito que nós conquistamos a duras penas seja usurpado – enfatizou.

Segundo a coordenadora, a categoria deve se reunir nesta quinta-feira (16) na sede do Sintep em Campina Grande para discutir sobre a reforma do ensino médio, que já foi sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB).

Ramalho disse ainda que, na sexta-feira (17), uma atividade vai ser realizada na Praça da Bandeira, no turno da tarde.

 

PB Agora

Compartilhe