João Pessoa, 14 de December de 2017
Educação
01/08/2017 as 17:50min - PB Agora
Servidores da UFPB paralisam atividades nesta quarta

Os servidores técnico-administrativos da UFPB aprovaram em assembleia geral, realizada na manhã dessa segunda-feira, paralisar suas atividades para participar do Dia Nacional de Luta contra o corte de orçamento nas instituições federais de ensino superior, nesta quarta-feira, 02 de agosto, como orienta a Federação dos Sindicatos de Trabalhadores Técnico-administrativos das Universidades Brasilerias-FASUBRA.

Na assembleia, convocada pelo SINTESPB, entidade representativa da categoria na Paraíba, foram definidas ainda as atividades que serão realizadas no Dia, que começará com panfletagens nos portões do campus I da UFPB, em conjunto com os segmentos de docentes e estudantes, a partir das 07:00 horas da manhã. Após essa mobilização, os manifestantes se concentrarão a partir das 09:00 horas, em frente à Reitoria, onde acontecerá o ato público em defesa do financiamento para a universidade, seguido de café da manhã.

O Dia Nacional de Mobilização e luta objetiva também pressionar os parlamentares para acatar a denúncia de corrupção passiva do Ministério Público contra o golpista Temer, que poderá levar ao seu afastamento da Presidência da República.

Na oportunidade, a direção do SINTESPB agendou audiência com a Reitora Margareth Diniz, para entregar um documento solicitando o seu empenho junto à Associação de Dirigentes das Instituições de Ensino Superior-ANDIFES no sentido de cobrar do Governo a abertura de negociações com as entidades da Educação com vistas à campanha salarial e à garantia de mais recursos para o funcionamento das universidades.

Durante o ato público, as entidades representativas dos três segmentos da universidade também estarão cobrando da administração central da UFPB mais transparência sobre a real situação orçamentária da instituição e a manutenção da utilização dos espaços físicos pelas entidades de classe e estudantil.

Na parte da tarde, às 14:horas, os manifestantes se concentrarão no Centro de Vivência, onde estará montado um telão para acompanhar a sessão da Câmara Federal que analisará a denúncia.

A Presidente do SINTESPB, Marizete Figueiredo, disse que o sucesso desse ato depende da participação maciça dos servidores, que deverão paralisar suas atividades para se integrar ao ato público. “Vamos mostrar a nossa unidade e nossa força para que consigamos os nossos objetivos na defesa da nossa universidade”, ressaltou.

Os servidores técnico-administrativos da UFPB também aprovaram como encaminhamento a realização de um debate com a coordenadora geral da FASUBRA Lea de Souza Oliveira, que falará sobre “ Os trabalhadores na conjuntura de retirada de direitos”, que será realizado no próximo dia 16 de agosto, às 10:00 horas, no auditório do SINTESPB.

Serviço:
02 de agosto (quarta-feira) Dia Nacional de Paralisação e Luta em defesa das instituições de ensino públicas!

Programação:

Manhã
Horário:: a partir das 07 horas da manhã
Atividade: panfletagens nos portões principais do campus I da UFPB
O que: Ato público em frente à Reitoria da UFPB com café da manhã
Horário: 09 horas

Tarde:
14:00 horas
Local: Centro de Vivência
Telão para acompanhar a sessão da Câmara dos Deputados


Ascom

Compartilhe