João Pessoa, 12 de December de 2017
Educação
03/10/2017 as 08:00min - PB Agora
Reitor explica opção por provas de produção textual

 O reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), professor Rangel Junior, explicou detalhes do concurso público que a instituição realizará para ofertar 197 vagas. Em entrevista coletiva concedida à imprensa, no hall do Prédio Administrativo, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande, o reitor garantiu que o concurso será realizado para suprir, essencialmente, as vagas deixadas por aposentados, falecidos e servidores efetivos que saíram da Universidade, o que não vai resultar em impacto na folha de pessoal, especialmente porque a maior demanda é nas áreas de níveis fundamentais e médio.

“Estamos entrando em uma fase extremamente crítica de redução do quadro de trabalhadores efetivos da Universidade. Temos hoje, entre terceirizados e trabalhadores temporários, mais de 500 pessoas trabalhando na Universidade que não são do quadro efetivo. Essa é uma tentativa de diminuir esse problema. Devemos entrar no ano de 2018 com os aprovados neste concurso, se não já contratados, mas já convocados para que nos primeiros meses do ano estejam se incorporando ao trabalho na UEPB”, destacou Rangel.


Ele ressaltou a escolha da Comissão Permanente de Concursos (CPCON) para a organização do concurso. “Inovamos na prova do concurso. Está é uma das razões pela qual a CPCON irá organizar o processo e nós confiamos muito na Comissão. Essa estrutura criou uma expertise para a realização de concursos, com uma estrutura e credibilidade que não é de agora e credenciou a UEPB a realizar concursos até fora do Estado” disse.

A novidade para este concurso segundo ele, é que a UEPB retomará a prova de produção textual e vai colocar algo bem específico para a instituição.


“Uma vez que queremos que as pessoas que sejam aprovadas no concurso cheguem aqui conhecendo a Universidade, para que na sua preparação do concurso estudem o que é a UEPB, como ela foi criada, as leis, a legislação federal e estadual sobre a educação superior, enfim, todo um estudo que os capacite para que no dia que chegarem a Universidade, já conheçam a UEPB”, enfatizou.


O reitor garantiu que o concurso não irá impactar na folha de pessoal da instituição. Pelo contrário, vai diminuir a folha, visto que os servidores que se aposentaram ganhavam salários com valores mais altos devido o tempo de serviço e os benefícios que acumularam ao longo dos anos. O reitor disse ainda que o quadro de pessoal da UEPB é um dos mais enxutos do país.


Rangel também antecipou que ainda este ano, a UEPB deverá realizar concurso público para docentes, visto que todos os Departamentos estão precisando de novos professores.


O reitor enfatizou que a UEPB é o espaço por excelência onde se trabalha a produção da ciência e da pesquisa, mas um ambiente agradável. Ele lembrou que a instituição tem mais de 50 anos de história em prol do desenvolvimento da Paraíba.
O edital foi lançado pela Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) nesta segunda-feira (2). O concurso vai ofertar de 197 vagas para servidores técnicos administrativos da Instituição.


O lançamento contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; do pró-reitor de Planejamento e Orçamento, professor Luciano Albino; da presidente da Comissão Permanente de Concursos, professora Analice Sobreira; e do coordenador de Comunicação Institucional, jornalista Hipólito Lucena.


As inscrições do concurso ocorrem de 9 a 29 de outubro, através do endereço eletrônico http://cpcon.uepb.edu.br/, no qual o candidato preencherá seus dados e fará a emissão do boleto para pagamento. A taxa de inscrição é de R$ 60,00 para nível fundamental; R$ 80,00 para nível médio e R$ 100,00 para nível superior. O pagamento do boleto bancário pode ser feito até o dia 30 de outubro.

As provas serão realizadas no dia 03 de dezembro apenas em Campina Grande, e o resultado está previsto para ser divulgado no dia 29 de dezembro. Os primeiros aprovados serão convocados para tomar posse em janeiro de 2018.  O concurso terá validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período. 

 

 

 

PB Agora

Compartilhe