João Pessoa, 21 de Maio de 2019
Educação
15/05/2019 as 10:22min - PB Agora
Mais de 70 mil alunos de universidades publicas ficam sem aula nesta quarta

As universidades públicas e institutos federais amanheceram com as portas fechadas nesta quinta-feira (15. Aderiram a paralisação nacional em protesto contra os cortes nos recursos federais do ensino superior, a Universidde Federal da Paraíba (UEPB), a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), e o Instituto Federal da Paraíba (IFPB). Mais de 70 mil alunos ficaram sem aula nas instituições públicas de ensino superior na Paraíba. 

A paralisação acontece após o ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciar o corte nas verbas de custeio para as universidades e institutos federais, além de bloquear bolsas de pesquisa. Na Paraíba, os professores da rede estudual de ensino também aderiram ao movimeno. 

Conforme a secretária geral do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep-PB), Socorro Ramalho, os professores da rede estadual de ensino também farão parte da manifestação, paralisando as atividades.

 

Segundo Ramalho, os docentes estão seguindo a orientação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e que não haverá aula nas escolas estaduais hoje.

– Recebemos denúncias de que gestores estão dizendo aos professores que vão colocar falta, que não é para parar. Mas, não há nenhuma orientação da Secretaria Estadual de Educação nesse sentido. Então, ficamos estupefatos com o grau de desconhecimento e falta de conscientização das pessoas em um momento como esse, principalmente em relação ao que vive a Educação hoje. Estaremos na Praça da Bandeira, a partir das 9h, para mostrarmos à sociedade que a reforma da Previdência é danosa e que a Educação está sendo atacada por esse governo – explanou.

PB Agora


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Compartilhe