João Pessoa, 12 de December de 2017
Esportes
16/04/2017 as 18:35min - PB Agora
Vettel vence no Bahrein e se isola na ponta do campeonato

 Sebastian Vettel se isolou na liderança da temporada de 2017 da F1 ao vencer o GP do Bahrein, a terceira etapa do campeonato, disputada no circuito de Sakhir, neste domingo (16).

 

O alemão da Ferrari acertou na estratégia e mostrou ritmo consistente para superar as Mercedes e anotar a sua segunda vitória no ano, repetindo o feito da abertura da temporada, na Austrália.

 

Vettel, que largou em terceiro, superou Lewis Hamilton na largada e passou à frente de Valtteri Bottas, o pole position, com uma parada para troca de pneus antes do safety car. Depois disso, o tetracampeão mostrou ritmo sólido para vencer pela terceira vez no Bahrein.

 


Hamilton teve uma prova repleta de acontecimentos. O inglês precisou pagar uma punição, contar com a ajuda de Bottas e adotar uma estratégia agressiva para tentar a vitória, mas precisou se contentar com o segundo posto. Seu companheiro de equipe completou o pódio.

 

Felipe Massa, da Williams, fez uma corrida combativa, onde chegou a ocupar o quarto lugar. Ao fim, o brasileiro terminou como o “melhor do resto”, em sexto, atrás apenas dos representantes de Mercedes, Ferrari e Red Bull que receberam a bandeirada.

 

A corrida

Partindo da pole position pela primeira vez na F1, Bottas manteve a liderança na largada, enquanto que Vettel parte melhor que Hamilton e assume o segundo lugar na Curva 1. Já Massa ultrapassa Kimi Raikkonen e Nico Hulkenberg para ir de oitavo para sexto.

 

O alemão da Ferrari, no entanto, não deixa Bottas disparar e fica no encalço do finlandês, mas sem uma oportunidade realista para fazer a manobra de ultrapassagem. Hamilton também não perde contato com os líderes, embora também sem abrir grande distância para os carros a seguir, Max Verstappen e Daniel Ricciardo, da Red Bull. Na abertura da oitava volta, Raikkonen faz bom uso do DRS e supera Massa, que, assim, cai para sétimo.

 

Vettel, preso atrás de Bottas, é o primeiro a fazer pitstop, na volta 11, quando trocou um jogo de supermacios por outro do mesmo tipo. Verstappen faz o mesmo na volta seguinte – embora abandone instantes depois, com problemas de freio.

 

Na volta 13, Lance Stroll e Carlos Sainz se enroscam na primeira curva, o que provoca a entrada do safety car. Isso faz com que todos os outros líderes parassem para trocar pneus – Hamilton, que entrou junto de Bottas, perde tempo enquanto aguarda o trabalho feito no carro do colega.

 

Assim, Vettel assume a ponta, à frente de Bottas, Ricciardo e Hamilton. Massa retoma a posição de Raikkonen e vai ao quinto lugar. A corrida é retomada poucas voltas mais tarde, com os líderes em condições diferentes – Vettel e Bottas usam compostos supermacios, contra os macios de Hamilton e Ricciardo.

 

Logo de cara, muita ação: Hamilton ultrapassa Ricciardo, que perde rendimento e também é superado por Massa (agora o quarto) e Raikkonen. Enquanto isso, Bottas ataca Vettel, que consegue defender a liderança.

 

Vettel emenda voltas rápidas e abre para Bottas; já Hamilton recebe dos comissários a notícia de que teria de cumprir uma punição de 5s por andar excessivamente lento no período do safety car. Um pouco atrás dessa disputa, Raikkonen passa novamente por Massa e volta ao quarto posto – o brasileiro, pouco depois, seria ultrapassado por Ricciardo e cairia novamente para sexto.

 

Quando a vantagem de Vettel na liderança chegou a 6s, os pilotos da Mercedes inverteram a posição devido a uma ordem de equipe, com Hamilton assumindo o segundo lugar à frente de Bottas. Os líderes do campeonato passaram a usar ritmos semelhantes, enquanto que o finlandês ficava para trás – pouco depois ele faria seu segundo pitstop, colocando os pneus macios.

 

Vettel faz seu segundo pitstop na volta 33, quando põe os pneus macios para ir até o fim. O alemão retornou à pista 16s atrás de Hamilton, mas, com pneus mais novos, conseguiu descontar a diferença para o inglês, que, de quebra, teria de cumprir os 5s de punição.

 

O inglês fez seu segundo pitstop na volta 41, o que o fez cair novamente para terceiro. Mais uma vez Hamilton passou à frente de Bottas e, agora contando com a borracha em melhores condições, iniciou uma caça a Vettel. Mas não deu: o alemão cruzou a linha de chegada com uma vantagem de 6s. Massa foi o sexto, 54s atrás.

 

 Resultados do GP do Bahrein:

Cla   Piloto Chassis Motor Voltas Tempo Gap Intervalo km/h Pits Aposentadoria Pontos
1   5 germany  Sebastian Vettel  Ferrari Ferrari 57 LAP       2   25
2   44 united_kingdom  Lewis Hamilton  Mercedes Mercedes 57 6.660 6.660 6.660   2   18
3   77 finland  Valtteri Bottas  Mercedes Mercedes 57 20.397 20.397 13.737   2   15
4   7 finland  Kimi Raikkonen  Ferrari Ferrari 57 22.475 22.475 2.078   2   12
5   3 australia  Daniel Ricciardo  Red Bull TAG 57 39.346 39.346 16.871   2   10
6   19 brazil  Felipe Massa  Williams Mercedes 57 54.326 54.326 14.980   2   8
7   11 mexico  Sergio Perez  Force India Mercedes 57 62.606 1'02.606 8.280   2   6
8   8 france  Romain Grosjean  Haas Ferrari 57 74.865 1'14.865 12.259   2   4
9   27 germany  Nico Hulkenberg  Renault Renault 57 80.188 1'20.188 5.323   2   2
10   31 france  Esteban Ocon  Force India Mercedes 57 95.711 1'35.711 15.523   2   1
11   94 germany  Pascal Wehrlein  Sauber Ferrari 56 1 lap 1 volta  1 volta    1    
12   26 russia  Daniil Kvyat  Toro Rosso Renault 56 1 lap 1 volta  0.000   2    
13   30 united_kingdom  Jolyon Palmer  Renault Renault 56 1 lap 1 volta  0.000   2    
14 dnf 14 spain  Fernando Alonso  McLaren Honda 54         3 Motor  
  dnf 9 sweden  Marcus Ericsson  Sauber Ferrari 50         1 Gearbox  
  dnf 55 spain  Carlos Sainz Jr.  Toro Rosso Renault 12         1 Collision  
  dnf 18 canada  Lance Stroll  Williams Mercedes 12         1 Collision  
  dnf 33 netherlands  Max Verstappen  Red Bull TAG 11         1 Brakes  
  dnf 20 denmark  Kevin Magnussen  Haas Ferrari 8           Aposentadoria  
  dns 2 belgium  Stoffel Vandoorne McLaren Honda 0        

 

 
 
motorsport.com

 

Compartilhe