João Pessoa, 13 de Novembro de 2018
Esportes
28/10/2018 as 08:43min - PB Agora
Santos vence Fluminense na Vila Belmiro com três gols no fim do jogo

 

Com um time todo reserva, o Fluminense contou com o goleiro Rodolfo numa tarde inspirada, mas viu o Santos marcar três vezes já no fim da partida e, assim, o Tricolor saiu derrotado neste sábado da Vila Belmiro por 3 a 0. Gabigol, de pênalti, Victor Ferraz e Sánchez marcaram.

Pelo Brasileirão, o próximo jogo do Fluminense será no sábado, no clássico diante do Vasco, no Maracanã. Mas, antes, na quarta-feira, terá um duelo decisivo pela Sul-Americana, quando enfrentará o Nacional, do Uruguai, pela partida de volta das quartas de final, em Montevidéu.

 

Por conta do jogo no torneio continental, os titulares foram poupados. O Santos, de olho num lugar no G-6 do Brasileirão, começou mantendo a posse de bola, mas sem conseguir superar a defesa tricolor e criar alternativas para levar perigo ao goleiro Rodolfo. Aos 35, após cobrança de escanteio, Veríssimo tentou numa cabeçada, mas Rodolfo — que só havia disputado dois jogos em oito meses no Tricolor — defendeu sem problemas.

 

Logo em seguida, o Fluminense teve um lance de perigo num escanteio pela esquerda, mas Frazan desperdiçou a chance de completar para o gol. O Santos voltou do intervalo com Derlis González no lugar de Bruno Henrique e outra postura, mais agressiva. Rodolfo passou a ter trabalho. Primeiro, se esticou para defender outra cabeçada de Veríssimo, após cobrança de escanteio de Sánchez. Depois, o goleiro tricolor fez grande defesa numa cabeçada de Rodrygo, numa lance em que a bola chegou a bater na trave direita.

O Santos teve grande chance de abrir o placar aos 11, mas Gabigol desperdiçou. Seis minutos depois, Rodolfo, bem colocado, evitou outro gol do Santos, desta vez num chute de Rodrygo. O zagueiro Frazan também salvou o Fluminense, ao desviar, quase em cima da linha, uma cabeçada de Sánchez.

Mas os três gols do Peixe saíram no fim da partida. Primeiro, numa cobrança de pênalti, depois que o árbitro assistente que fica atrás do gol, William Machado Steffen (SC), alertou Heber Roberto Lopes sobre um puxão de Alex em Gabigol. O próprio Gabigol cobrou, aos 38, e abriu o placar para o Santos na Vila Belmiro. Foi o 16º gol dele no Brasileirão e o de número 12.500 da história do Peixe.

O Santos ainda marcou mais duas vezes. Aos 42, Bryan Ruiz cobrou a falta, Victor Ferraz desviou de cabeça e a bola encobriu Rodolfo. Um minuto depois, Sánchez recebeu passe de Gabigol e completou o placar.

 

O Dia

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Compartilhe