João Pessoa, 15 de Novembro de 2018
Esportes
30/10/2018 as 09:33min - PB Agora
Finalista da Segundona do Campeonato Paraibano pode ser decidido fora de campo

A semana começou muito tensa, com denúncias e muita polêmica no futebol da Paraíba. A semifinal programada para amanhã, entre Perilima x Sport, no Presidente Vargas, em Campina Grande, foi suspensa, por causa de uma liminar concedida pelo presidente do Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba, Ricardo Barros, em atendimento a uma solicitação do Sport Lagoa Seca, que alega que a Águia utilizou um jogador de forma irregular, durante os jogos da fase de classificação.

 

O Sport-PB acionou a Justiça Desportiva denunciando a suposta escalação irregular do atleta Brenno Yuri, da Perilima, em cinco rodadas da competição ainda em sua fase primária. A queixa é que o atleta, que ainda não é profissional, tem mais de 20 anos e não nasceu em 1998, como exige o regulamento da Segundona para os casos envolvendo atletas amadores.

 

Caso o Tribunal aceite a denúncia, após o julgamento do mérito, se o Perilima for julgado culpado, o time de melhor campanha da competição deverá ser eliminado, entrando em seu lugar justamente o Sport Lagoa Seca, que foi derrotado 3 vezes seguidas pelo próprio Perilima. Sendo assim, a final da Segunda Divisão será entre o Sport Lagoa Seca e o vencedor de São Paulo x Esporte de Patos, que jogam amanhã, às 20h15, no Estádio Carneirão, em Cruz do Espírito Santo.

 

Operação Cartola

A expectativa desta semana é que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva marque o dia do julgamento dos paraibanos envolvidos na Operação Cartola do Ministério Público, que já afastou vários dirigentes e membros da FPF, além de árbitros. Eles são acusados de manipulação dos resultados de jogos, durante o Campeonato Paraibano.

 

 

 

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Compartilhe