João Pessoa, 13 de December de 2017
Paraíba
28/09/2017 as 14:33min - PB Agora
 Prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, rebate críticas de adversários

Em entrevista coletiva dada a imprensa na manhã desta quinta-feira (28), na sede do Paço Municipal, o prefeito de Sousa Fábio Tyrone (PSB), acompanhado do seu vice Zenildo Oliveira (PSD) e aliados, rebateram entre outros temas as denúncias do líder da oposição na Câmara da cidade, Cacá Gadelha de muitas contratações de prestadores de serviço na atual gestão. Segundo Tyrone o governo anterior, tinha servidores para não trabalhar. “Eram três vezes mais servidores que a atual gestão”, disse.



De acordo com o prefeito, a gestão passada tinha três vezes mais prestadores de serviço que a sua gestão, além disso não trabalhavam. Segundo o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), via seu Sistema de Acompanhamento Online (Sagres), na gestão passada a prefeitura tinha cerca de 700 servidores indicados pelo prefeito, a atual gestão reduziu esse número para 300 servidores contratados.



“Eles tinham três vezes mais prestadores de serviço e não conseguiam pagá-los. Não pagou nem outubro, nem novembro e dezembro dos comissionados e efetivos. Já nós temos servidores trabalhando. Porque aqui só recebe quem trabalha e recebe em dia. Essa é a diferença. Não existe contratação para não trabalhar e se percebermos cortaremos”, disse o prefeito, destacando que quem não trabalhar seja aliado ou adversário será banido da gestão.



Fábio ressaltou que seu compromisso e de Zenildo é de trabalhar. “A gente não brinca de fazer gestão, o atual volume de inaugurações mostra isso. Não contratamos gente para bater palma para o prefeito, nem fazer palanque”, afirmou Tyrone.

 

 



Redação

Compartilhe