O senador Magno Malta (PSL) anunciou na noite desta terça-feira (10) que vai dedicar-se à sua reeleição para o Senado pelo Espírito Santo e não será o vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições deste ano. 

Magno disse acreditar na vitória de Bolsonaro para presidente nas urnas e acrescentou que será mais importante para o futuro governo permanecendo no Congresso Nacional. 

“O que seria mais importante para o Brasil e para o presidente Bolsonaro: eu calado ou eu como líder no Senado?”, afirmou. 

“Ele vai enfrentar uma grande batalha no começo. Eu não posso ficar calado, em berço esplêndido. É como se você pegasse um guerreiro e dissesse, me dá suas armas, senta aí, fica de férias, que depois eu te chamo”, justificou.

Com a decisão de Magno Malta, se tornam reais as chances do ex-senador paraibano, Ney Suassuna (PRB), herdar a vaga de vice. 

Há duas semanas, Ney reacendeu seu nome na fogueira das especulações em Campina Grande ao recepcionar e declarar apoio ao presidenciável na Rainha da Borborema. 

Na oportunidade, o presidente estadual do PSL, Julian Lemos, enalteceu o trabalho de Suassuna pela Paraíba e destacou que o empresário paraibano, senador por dois mandatos, é um nome considerado para vice de Bolsonaro.

Ytalo Kubitschek

Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Corpo é encontrado em açude de Lagoa Seca

Na manhã desta segunda-feira (24), um corpo foi encontrado em um açude localizado nas proximidades ao posto policial às margens da rodovia PB-095 na cidade de Lagoa Seca. De acordo…

VÍDEO: agente é morto a tiros durante assalto em João Pessoa

Na tarde deste domingo (23), um agente penitenciário foi morto a tiros durante um assalto no bairro de Tambiá, em João Pessoa. O crime aconteceu na Avenida Odon Bezerra, por…