A Paraíba é o primeiro estado brasileiro a receber o presidente da Finep, Waldemar Barroso, em visita institucional. Ele veio acompanhado do diretor de Desenvolvimento Científico Tecnológico, Wanderley de Souza, e do assessor de inovação Ricardo Rosa. Segundo o secretário executivo da Ciência e Tecnologia da Paraíba, Cláudio Furtado, a Finep é uma grande parceira em vários projetos junto ao Governo do Estado, por meio dos programas Tecnova, Centelha e projetos estruturantes como a Rede Paraibana de Alto Desempenho (Repad, rede de fibra óptica de dados).

A visita começou na quinta-feira (21) por Campina Grande, e encerrou nesta sexta-feira (22), em João Pessoa, com ida aos laboratórios da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). O secretário executivo da Ciência e Tecnologia da Paraíba, Cláudio Furtado, e o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (Fapesq), Roberto Germano, acompanharam o presidente da Finep.

O objetivo foi analisar as condições dos laboratórios brasileiros e entrar em contato direto com os pesquisadores para direcionar o alvo de editais e iniciativas, conforme as necessidades. “O fato de o presidente da Finep estar na Paraíba representa a possibilidade de abrir novas parcerias institucionais”, afirmou Furtado.

Após dois dias de reconhecimento a institutos de pesquisa, universidades e laboratórios, Waldemar Barroso afirmou que leva da Paraíba uma convicção de que “estamos avançando em direção ao progresso”. Ele disse ainda que reconhece Campina Grande como um centro de tecnologia e inovação e se disse bastante impressionado com o potencial e o quanto os pesquisadores locais estão comprometidos com o desenvolvimento local.

O presidente da Fapesq, Roberto Germano, articula parceria da Finep no desenvolvimento de propostas e projetos voltados para a recuperação de áreas degradadas do Semiárido e outros voltados à sustentabilidade. “É importante que a Finep conheça a base de pesquisa e inovações implantadas no Estado e para futuras parcerias com o governo do Estado da Paraíba e com nossos centros de pesquisa. Ao conhecer a estrutura científica e tecnológica que temos e conhecer ações que já estão sendo desenvolvidas irá refletir no planejamento de políticas públicas, sobretudo voltadas para o meio ambiente”.

Na UFPB, a comitiva foi recebida pela Reitora, Margareth Diniz. Em seguida, Barroso falou para um auditório repleto de pesquisadores, quando revelou a baixa participação do Nordeste no programa SOS Equipamentos, destinado à manutenção e conserto de aparelhos.

Os laboratórios da UFPB chamaram a atenção, especialmente ao se constatar que em um deles, o Laboratório Multiusuários, são feitas análises de substâncias solicitadas por pesquisadores de vários estados, como Bahia, Pernambuco, Amapá, Ceará, entre outros. Isso demonstra que a universidade demonstra que tem uma visão social, em termos de resolver problemas da sociedade, e também uma visão regional, de compartilhar os seus meios com instituições de outros estados.

Programa de dessalinização será referência nacional – Dentre os projetos que conheceu em Campina Grande, Barroso destacou o programa de dessalinização da água. A comitiva esteve no Laboratório de Referência em Dessalinização (LABDES) e nas instalações do Centro de Testes de Tecnologias de Dessalinização (CTTD) que está sendo implantado em Campina Grande.

No CTTD serão testadas tecnologias de dessalinização e serão feitas avaliações do desempenho de unidades de dessalinização/purificação de águas salobras. A intenção é criar o Centro de Tecnologias de Água (CTA), onde serão feitas análises de água dessalinizada e testes com equipamentos dessalinizadores. “Estamos aqui para ver como são feitos os testes biológicos e químicos da água depois de dessalinizada, pois com esse projeto planejamos promover a meta de 100 dias do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Esse é o único centro com essas características no Brasil, e esse é o diferencial”.

Ainda em Campina Grande, a comitiva visitou o Insa, onde conheceu as instalações de pesquisa e as ações de tratamento de água para atender as necessidades da população do Semiárido. Barroso destacou a eficiência do laboratório multiusuário que funciona no Insa e afirmou que é uma solução a ser replicada em outros estados. Em seguida, o grupo conheceu o Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes), onde pode ver de perto os resultados inovadores dos materiais obtidos com a impressora 3D, principalmente na área de ortodontia.

O Nutes reúne várias especializações: engenharia elétrica, mecânica, medicina, computação, entre outras, com a finalidade de desenvolver produtos em benefício da sociedade. “Eu vi um processo de impressão em 3D de um crânio a partir do qual é possível fazer cirurgias de recuperação da face com ganho de tempo, de qualidade e propriedades específicas para cada caso. Saí satisfeito ao ver que a universidade trabalha com a indústria, com a sociedade e o centro de pesquisa está realmente promovendo, ao meu ver, a melhoria da qualidade de vida,” ressaltou Barroso.

Outro lugar visitado foi o Certbio – Laboratório de Avaliação e Desenvolvimento de Biomateriais do Nordeste, localizado no campus da UFCG, que atua no desenvolvimento e avaliação de biomateriais, desenvolvimento de produtos e avaliação tecnológica, reconhecido como Centro de Referência na Ciência e Engenharia de Biomateriais no país.

PB Agora

 

Em Campina Grande, acompanharam a comitiva da Finep na visita, Elias Medeiros, do Departamento de Projetos e Gestão do MCTIC, que está acompanhando o processo de implantação do CTTD na Paraíba, além do secretário executivo de Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba, Claudio Furtado, o presidente da Fapesq, Roberto Germano Costa, e a assessora do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTIC, Francilene Procópio Garcia.

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

UFCG terá primeira dissertação de mestrado defendida por aluna surda 

Trabalho será apresentado nesta terça-feira, dia 16, às 17h, no campus sede A estudante Girlaine Felisberto de Caldas Aguiar, do Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino (PPGLE) da Universidade…

Estela Bezerra dribla disputa pela PMJP em 2020: “Eu já fui candidata”

Apesar de ser um dos nomes cotados, a deputada estadual Estela Bezerra, do PSB, tem driblado a disputa pela prefeitura de João Pessoa, em 2020, e defendido outros nomes para…