A família do turista francês que foi encontrado morto na manhã desse domingo (09) em um iate ancorado na praia do Jacaré, em Cabedelo, ainda não procurou o Instituto de Medicina Legal (IML), em João Pessoa.

O homem foi identificado como sendo François Guillon e sua morte já foi comunicada ao Consulado. 

De acordo com a chefe do Núcleo de Medicina Legal (Numol), Cristiane Freire, a perícia criminal confirmou que teria sido suicídio e que o caso está com o delegado responsável Ademir Fernandes, da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia prende suspeito de praticar assaltos a padaria e restaurante em João Pessoa

A Polícia Militar prendeu um homem de 24 anos suspeito de assaltar uma padaria e realizar um arrastão em um restaurante, na noite dessa segunda-feira (17), no bairro do Bessa,…

Vendas do 30º Salão do Artesanato da Paraíba superam expectativas em Campina Grande

As vendas do 30º Salão de Artesanato da Paraíba, realizado até 30 de junho, em Campina Grande, já ultrapassam os R$ 240 mil. O balanço compreende o período que vai…