João Pessoa, 15 de Novembro de 2018
Policial
07/11/2018 as 10:21min - PB Agora
Polícia desarticula quadrilha e frustra ataque à instituição financeira

A Polícia Militar desarticulou, no fim da noite dessa terça-feira (6), mais uma quadrilha que seria responsável por diversas atividades criminosas no estado, e que provavelmente iria atacar, ainda nesta semana, estabelecimentos financeiros na Paraíba. Ao todo, a PM prendeu na região metropolitana da João Pessoa sete suspeitos, incluindo fugitivos do sistema penitenciário. Cinco armas de fogo, uma réplica de pistola, e mais de 100 munições foram apreendidas com o grupo. Três veículos roubados foram recuperados.

A prisão foi feita pelos policiais da 4ª Companhia Independente, que já vinham monitorando roubos e clonagens de veículos na região de Bayeux. “Os policiais vinham diligenciando no fim da noite dessa terça-feira, quando abordaram um veículo com placa do estado do Rio Grande do Norte, com características adulteradas. Três pessoas estavam no carro”, relatou o major Túlio Ramalho, comandante da Companhia.

“A partir disso, os policiais chegaram a mais um suspeito, que estava com uma moto roubada, e na casa de um dos acusados, onde foram localizadas as armas de fogo, mais três suspeitos detidos, e outro carro que havia sido roubado, no mês passado, foi apreendido”, relatou o oficial.

As diligências e a captura desses últimos suspeitos ocorreram na zona sul de João Pessoa. Ao todo, sete pessoas foram encaminhadas para a Central de Flagrantes. Desses, dois eram foragidos da penitenciária de segurança média, onde cumpriam pena por assalto, e um era fugitivo do estado do Rio Grande do Norte, onde respondia na Justiça pelo crime de tráfico de drogas.

“Temos informações que este grupo estaria monitorando a agência dos Correios do município de Sumé, e que iria realizar um assalto nesta quarta-feira” revelou o major. “Também suspeitamos que eles pretendiam atacar uma agência bancária em Bayeux”. Entre as armas apreendidas na ação, estavam pistolas de calibre restrito, como 9 milímetros e .40, além de uma pistola calibre 380, revólver, e um simulacro de arma de fogo. Mais de 100 munições, touca ninja, celulares, uma réplica de fardamento, e peruca também foram apreendidos. A ligação dos suspeitos com outras atividades criminosas deverá ser investigada pela Polícia Civil. 

Outras ações – Pelos menos outras cinco pessoas foram presas pela Polícia Militar envolvidas em ações criminosas contra agências dos Correios e estabelecimentos bancários nos últimos 14 dias. As prisões aconteceram em flagrante nos municípios de Borborema e Araruna, e durante cumprimento de mandado de prisão em Remígio.

PB Agora

 

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Compartilhe