Suspeita de aliciar a filha de dez anos, a jovem de 28 anos presa no último domingo (19) negou que tivesse obrigado a sua filha a manter relaçoes sexuais com um homem por R$ 20, no bairro Costa e Silva, em João Pessoa.

Em entrevista concedida à emissora de televisão na Capital, afirmou que o esposo trabalha em um posto de gasolina e não haveria a necssidade de obrigar sua filha a este tipo de situação para conseguir dinheiro.

Ela foi detida logo após sua filha, segundo a polícia, sair de um carro, correndo e pedindo ajuda, afirmando que a mãe a obrigava a fazer programas por R$ 20. O homem que poderia ter abusado da menor não foi localizado. A criança pediu ajuda para uma vizinha e a polícia foi acionada.

A acusada tem outros três filhos: um menino com cinco anos, outra menina de dois anos e um bebê com apenas três meses. Eles foram levadas pelo Conselho Tutelar de Alhandra e deverão ficar sob a guarda do pai.

 

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MPF investiga se coordenador do Samu de JP desviou valores de plantões

Uma denúncia foi instaurada pelo Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB) para investigar a ocorrência de improbidade administrativa por parte do coordenador de Transporte do Serviço de Atendimento Móvel de…

Homem é assassinado a tiros em Logradouro, no dia de São João

Um homem foi assinado a tiros na tarde desta segunda-feira (24) no sítio barreira, zona rural de Logradouro-PB. A vítima foi identificada como Marinaldo Viana Francelino de 32 anos. As…