João Pessoa, 17 de Novembro de 2018
Política
09/11/2018 as 16:22min - PB Agora
Homem é preso suspeito de furtar cabos de telefonia em Sousa

Um homem foi preso na manhã desta sexta-feira (9) suspeito de furtar cabos de telefonia na cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba. De acordo com o boletim de ocorrência na Polícia Civil, o suspeito foi localizado após uma denúncia anônima de que dois homens estariam cometendo o crime durante a madrugada, no Centro da cidade.

Segundo o boletim, o caso aconteceu na rua Nelson Meira, no bairro Estação. Ao perceber a chegada da PM, a dupla fugiu do local. Um dos suspeitos, identificado como Rodrigues Alves de Lima, de 24 anos, foi detido minutos depois. Ao voltar ao local do crime, os policiais encontraram os fios cortados, enrolados e amarrados em uma árvore.

Imagens de câmeras de segurança de uma churrascaria registraram uma das ações do suspeito no domingo (4). O vídeo mostra o momento em que o homem corta os cabos telefônicos e foge com o material do local. Com o furto dos cabos a população ficou sem acesso a serviços públicos de emergência como o do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito já havia sido preso quatro meses antes pelo menos crime. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, onde permanece detido aguardando a audiência de custódia.

Cabos de telefonia furtados no dia 30 de outubro

Uma empresa denunciou, no dia 30 de outubro, o furto de cabos de telefonia à Polícia Civil de Sousa. Com o furto dos cabos, a linha 192, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ficou sem funcionar. Segundo a coordenadora do Samu, foi necessário disponibilizar linhas de celulares para que a população ligasse. Os orelhões também ficaram sem funcionar.

O delegado Ilamilto Simplicio, responsável pelo caso, informou que a empresa alegou que o furto aconteceu em cinco locais diferentes e que a ação acontece, possivelmente, durante a madrugada.

Foto: Beto Silva

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Compartilhe