O prefeito da cidade de Sousa, Fábio Tyrone, acusado pela ex-namorada, a advogada Myriam Gadelha, de tê-la agredido física e psicologicamente no último dia 6 na volta de uma festa na Capital, pode se expulso dos quadros do PSB.

De acordo com a secretária estadual de mulheres do PSB, e executiva nacional de mulheres do PSB, Valquíria Alencar de Sousa, o partido sempre presou pela defesa das mulheres e está consternado e solidário com Myriam.

"Somos um partido que sempre presou e defendeu as mulheres, os direitos e a não violência contra a mulher desde os seus primórdios em 1947. Nós estamos consternados e solidários com  a Myriam Gadelha e por todas as outras vítimas. Nos dirigimos a executiva estadual da qual faz parte como secretária estadual e às nossas instâncias partidárias e também foi enviada uma nota para a secretaria nacional de mulheres, à nossa secretária, Dôra Pires e para a comissão de ética do partido para que seja avaliado” revelou.

Ainda segundo Valquíria mesmo sendo prefeito, Fábio Tyrone não terá respaldo dentro da sigla.

"É inadmissível. É intolerável. É inaceitável. E nós estamos cumprindo a nossa tarefa" disse.

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRESSÃO: vereador passa mal e é levado para hospital antes de ser ouvido

O vereador Antônio Bezerra do Vale Filho, que seria ouvido na manhã desta quarta-feira (26), durante a primeira audiência de instrução e julgamento da Xeque-Mate, passou mal antes mesmo de…

Comissão irá atuar durante recesso parlamentar na ALPB

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) instalou a Comissão Representativa para atuar durante o período de recesso parlamenta. A Comissão é formada por 24 parlamentares, sendo 12 titulares e 12…