Considerando a nomeação de Lucélio Cartaxo, irmão gêmeo do prefeito Luciano Cartaxo (PV) como desrespeito aos pessoenses, o vereador Leo Bezerra (PSB), lamentou, nesta terça-feira (08) o que ele declarou ser resquícios de velhas práticas políticas.

Leo lembrou ainda que o próprio Luciano Cartaxo sancionou uma lei que veda a contratação de parentes para cargos em comissão.

"É um flagrante desrespeito ao eleitor e cidadão. Lamentamos profundamente que as velhas práticas ainda estejam em uso em pleno 2019, justamente por quem se apresentava como 'o novo'. Esperamos que o prefeito reveja seu ato e não nomeie o seu irmão”, disse o vereador.

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Espero que venham preparados para entrar pela noite”, alerta Galdino sobre esforço concentrado da ALPB

Ao fazer uma avaliação positiva dos trabalhos na Assembleia Legislativa neste semestre, o presidente Adriano Galdino (PSB) pede empenhos de todos os 36 parlamentares da Casa para o esforço concentrado…

Justiça determina afastamento do prefeito da cidade de Aparecida, no Sertão da PB

O prefeito de Aparecida no sertão paraibano, Júlio Cesar Queiroga (PSD), foi afastado do cargo, conforme decisão do relator do caso o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Roberto Barroso,…