João Pessoa, 17 de Fevereiro de 2019
Política
11/02/2019 as 13:08min - PB Agora
Prefeito se propõe a apaziguar ânimos na bancada de situação e líder do governo diz que conflito com Ivonete tem saído do âmbito da CMCG

A crise financeira e política se abateu sobre a Câmara Municipal de Campina Grande, afetando a bancada de situação na Casa, chegou ao Palácio do Bispo, sede do governo municipal. Com a sua base estremecida, devido a insatisfação de alguns vereadores com a presidente Ivonete Ludgério (PSD), o prefeito Romero Rodrigues (PSDB), se propôs a intervir e apaziguar os ânimos na Casa.

 

A bancada que dá sustentação política ao prefeito não tem chegado a um consenso em relação aos cargos da Mesa Diretora e nem aos cortes para o enxugamento de despesas, anunciado pela presidente Ivonete Ludgério

 

Ivonete tem alegado a diminuição de repasses para a Casa, e, em contrapartida, tem sido acusada pelos colegas de bancada de fazer uma gestão “ditatorial” e sem transparência.

Diante da crise dentro da bancada de situação, o prefeito Romero Rodrigues garantiu que está à disposição para colaborar no que for possível, para buscar o entendimento, e que uma reunião interna deve ser feita.

 

– Para não ampliar esse nível de confusão, que as vezes se estabelece, se essa conversa for interna ajuda mais na solução. Sou de conciliação. Portanto, independentemente de qualquer questão, sem mensurar se tem dinheiro a mais ou se tem dinheiro a menos, estou à disposição para colaborar no que for possível. Acho que caberia, já há algum tempo, uma reunião interna, onde as pessoas pudessem, de forma madura e serena, buscar um entendimento e uma conciliação, que é melhor para a cidade, para o Parlamento e para o Executivo. Portanto, se precisarem de mim, estarei à disposição para ajudar nesse diálogo. E também, claro, não procurar agir de forma sorrateira e criar algum tipo de instabilidade onde não há necessidade – pontuou.

 

Romero garantiu que na condição de prefeito da cidade, nunca estabeleceu essa ‘burocracia’ de marcar uma audiência para conversar com quem quer que seja, frisando que o gabinete está aberto, inclusive para os vereadores de oposição.

 

A posição do líder. Responsável pela liderança do governo na Câmara Municipal de Campina Grande, o vereador João Dantas (PSD), disse que o conflito sobre a gestão de Ivonete Ludgério tem saído do âmbito da CMCG.

 

João afirmou que a gestão da presidente Ivonete Ludgério (PSD) é muito competente e considerou que todos os vereadores devem tomar posse de seus cargos. Ele comentou ainda que as críticas acerca da suposta concentração de poder na presidência devem ser discutidas no âmbito da Câmara.

 

– Surgiu esse mote na Câmara que está sendo glosado por alguns de forma muito ampla. Essas discussões estão em alguns momentos saindo do âmbito da própria mesa da Câmara e nós achamos que essas discussões devem ser travadas no âmbito da Câmara junto aos vereadores – disse.

 

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Compartilhe