Eleito líder nacional do Partido Republicano (PR), o deputado federal paraibano Wellington Roberto deu uma espécie de ultimato ao presidente Jair Bolsonaro essa semana, ao se posicionar contrário a pontos da Reforma da Previdência.

De acordo com o deputado paraibano, pontos da reforma que abrangem professores e trabalhadores rurais precisam ser revistos.

O líder partidário garantiu ainda que caso a situação desses dois segmentos não seja modificada, o PR não votará pela aprovação do texto.

– Nós tomamos a decisão de fechar questão em relação aos professores, como também do trabalhador rural. As mulheres e homens do campo estão sujeitos a câncer de pele, se expondo diariamente ao sol, sem uma renda que possa contribuir como o governo tem pensado em fazer. Essa mudança, que está dentro do bojo do projeto da reforma da Previdência nós não vamos aceitar de forma alguma – disse o deputado.

 

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Armar a população não resolve” diz João ao comemorar anulação dos decretos que facilitam porte de arma

O governador João Azevêdo (PSB) comemorou na manhã desta quarta-feira (19) a anulação, pelo Senado Federal dos decretos que flexibilizam o porte de armas no país. De acordo com o…

Galdino avalia como fracas as chances de aprovação de sessões vespertinas na ALPB: “acho que tu, Nabor, perdesse essa”

Na sessão ordinária da última segunda-feira (17), os deputados se reuniram na parte da tarde para vencer a pauta antes do recesso parlamentar previsto para o dia 20, quando deverão…