Ao fazer uma avaliação dos primeiros 100 dias da gestão do Presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), e do governador da Paraíba Joao Azevedo (PSB), o prefeito Romero Rodrigues (PSDB), disse que ainda é cedo para fazer qualquer crítica aos dois gestores.

Para ele, três meses não é tempo suficiente para o presidente e o governador mostrar serviço, o que seria inoportuno fazer esse tipo de análise. Ele destacou que os dois governantes tiveram a chance de apenas apresentar projeto.

– Nenhum teve a possibilidade temporal de fazer absolutamente nada – frisou, em entrevista a Rádio Caturité FM.

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: Cabedelo sofre com a corrupção desde o Brasil colônia e vereadores buscam livrar Vitor Hugo da Xeque-Mate

A cidade de Cabedelo foi fundada em 4 de novembro de 1585. Possui um patrimônio cultural imaterial fantástico, dentro das suas “paragens” figuram a Nau Catarineta (1910), Lapinha de Jesus…

Com voto de paraibanos, Senado derruba decreto que facilitava porte de armas

Com voto dos três senadores paraibanos, o plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (18), por 47 votos favoráveis votos a 28 contrários, o parecer da Comissão de Constituição e Justiça…