João Pessoa, 27 de Maio de 2019
Política
15/05/2019 as 09:51min - PB Agora
Deputado constata efeitos do corte de 30% no orçamento da UFPB e convoca população para ato contra Bolsonaro nesta quarta-feira

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) disse que o corte de 30% no orçamento da Universidade Federal da Paraíba está causando muita preocupação. “Estive no Campus IV, em Mamanguape, durante o final de semana, onde 2.500 alunos serão prejudicados. O clima no Campus é de muita tristeza. Nos outros Campi, a situação é a mesma: preocupação e revolta da comunidade acadêmica”, disse o deputado.

O parlamentar aproveitou para convidar por suas redes sociais a população paraibana para o ato em João Pessoa nesta quarta-feira (15), a partir das 09h no Lyceu Paraibano. “Em defesa da Educação Pública, estaremos nas ruas lutando contra a retirada de direitos e o corte de verbas!”, disse o parlamentar petista sobre o ato hoje na capital.

 

O petista participou essa semana da entrega da comenda Educador da Esperança Paulo Freire, no Campus IV da UFPB, em Mamanguape. A comenda, que está em sua XIII edição, é concedida a estudantes que desenvolvem pesquisas ligadas à educação. As pesquisas são feitas com base em histórias de educadores, que contribuíram e contribuem com a formação de alunos nas cidades e comunidades. O criador da comenda é o professor PhD, Paulo Palhano.

 

Estão programados protestos nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Cajazeiras, Patos, Sousa, Sumé, Pombal e Monteiro. Na Capital, o ato terá concentração às 9h, em frente ao Liceu Paraibano, no Centro da cidade. Haverá panfletagem e discursos em carro de som de lideranças dos diversos movimentos sociais, políticos e sindicais que integram o ato.

 

Corte mantido pelo governo Bolsonaro - O corte no orçamento do Ministério da Educação está mantido por Bolsonaro, segundo confirmou a jornalista, Daniela Lima. A confirmação se deu na noite, desta terça-feira, 14, após aliados do governo dizerem que o presidente teria voltado atrás  no contingenciamento de 30% nas verbas da Universidades e Institutos Federais. A Casa Civil da Presidência da República também desmentiu a informação do líder do PSL na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir (PSL-GO), que garantiu que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) havia recuado nos cortes de recursos na educação pública.

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Compartilhe