Integrante da base governista na Câmara Municipal de Campina Grande, o vereador Marinaldo Cardoso (PRB) negou o condicionamento para permanecer no partido.

Nos bastidores comenta-se que a mudança de comando do PRB em Campina Grande não teria sido assim tão pacífica. Isso porque com a mudança de comando do partido, agora presidido por Tertuliano Maracajá, pai do vereador Renan, Marinaldo teria sido avisado que por conta das mudanças na legislação eleitoral, não seria possível que todos estivessem  unidos para o próximo ano, já que não vai mais haver coligações.

Para que o vereador Marinaldo continue no partido, ele teria que garantir apoio ao deputado federal Hugo Motta.

Em entrevista à Rádio Campina FM, o vereador negou que tivesse existido este tipo de condicionamento e também que fosse sair do partido por questões de incompatibilidade.

– Hugo Motta veio para somar. Hoje temos um deputado federal e o comando está sob ele. Temos que respeitar o nosso presidente e as decisões que ele tem tomado. Temos conversado muito sobre minha permanência e uma das preocupações do comando municipal é de nós, vereadores, não conseguirmos fazer grupo para as próximas eleições. Esse é o entendimento dele, mas eu penso o contrário: acho que juntos podemos formar um grande grupo e o PRB pode ser um dos partidos mais fortes, devido aos números de vereadores – disse.

Com relação ao possível condicionamento de permanecer no partido, caso apoiasse Hugo Motta, o vereador disse:

– É óbvio que quem estiver no partido vai ter que comungar com a liderança. Tem que caminhar numa linha. Como não existe mais coligação, para fortalecer o partido não pode ser feito somente na Câmara dos Vereadores, mas tem que fortalecer na esfera estadual e federal. Acredito que, independente de condicionar ou não, quem vier para o partido tem que pensar dessa forma – contou.

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidentes de Assembleias Legislativas do NE repudiam fala de Bolsonaro: “Exigimos respeito”

“Daqueles governadores de ‘paraíba” o pior de todos é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”. A declaração feita pelo presidente Jair Bolsonaro durante um café…

Helton minimiza saída do PCdoB: “Tudo pode acontecer, inclusive nada”

O secretário municipal do Procon de João Pessoa, o vereador licenciado Helton Renê em mais uma entrevista na semana passada, voltou atrás na possibilidade de deixar o PCdoB e disse…