Mudança de estratégia. Diante da alta concorrência no PSD, a família Ludgério já trabalha com um espécie de “plano B” para não fica fora da chapa majoritária em 2020. A disputa pelo comando político e administrativo na cidade, promete ser acirrado. Pelo menos, sete pré-candidatos da base do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), cobiçam a chave e a cadeira principal do Palácio do Bispo.

Um dos concorrentes, o deputado estadual Manoel Ludgério anunciou a sua pretensão de disputar a PMCG em 2020, visto que já foi vereador e deputado eleito pela Rainha da Borborema e estaria apto para o pleito, Esta semana ele ratificou a sua decisão, e deu sinais de que já estava pavimentando a estrada para a eleição que se avizinha com a realização de plenárias para ouvir a população nos bairros. Também garantiu que estava em busca de arregimentar forças políticas para consolidar a futura candidatura, a exemplo do PR do deputado federal Wellington Roberto.

O sonho do deputado, foi partilhado pela presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereadora Ivonete Ludgério (PSD), que garantiu publicamente que a vez de Ludgério disputar o Palácio do Bispo, havia chegado, e que o parlamentar estava credenciado para encabeçar a chapa majoritária com o apoio do prefeito Romero Rodrigues.

Chegou o momento de Manoel Ludgério pleitear uma candidatura a prefeito de Campina; sua carreira política e seus serviços prestados à cidade o credenciam a postular tal candidatura”, analisou Ivonete há 15 dias atrás.

Com a possibilidade da chegada de novos “reforços” no PSD, e o aumento inevitável da concorrência, a exemplo do deputado estadual Tovar Correia, do ex deputado Bruno Cunha Lima e de mais sete vereadores, Ivonete mudou o seu discurso, e pela primeira vez admitiu entrar na corrida sucessória..

Temendo que o seu marido seja “preterido” pelo grupo político liderado pelo ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), e que tem em Romero outra grande expressão, Ivonete admitiu também abdicar de disputar à reeleição de vereadora para compor a chapa majoritária, seja como candidata a prefeita ou como vice prefeita.

Em entrevista a Rádio Panorâmica, ela afirmou que o seu nome e o seu marido, Manoel Ludgério (PSD), estão à disposição do PSD para as eleições de 2020.

Por cautela, ela destacou que prefere deixar as discussões sobre o período eleitoral para depois do Carnaval do próximo ano.

Ivonete ainda frisou que a ida do prefeito Romero Rodrigues para o PSD é muito gratificante e leva ânimo aos integrantes da legenda.

– Não é nossa intenção sair do PSD, nem a minha nem a de Manoel. Essa vinda de Romero para o PSD nos deu um novo ânimo partidário, porque de qualquer maneira fortalece muito o PSD. Estamos felizes. O meu nome e o de Manoel estão postos, mas a discussão sobre chapas vamos deixar para depois do Carnaval – disse.

 

Severino Lopes
PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Clima tenso entre Moacir e Julian pode interferir no apoio do PSL em CG

O clima inda tenso entre o deputado estadual Moacir Rodrigues, do PSL e o deputado federal e presidente estadual do PSL Julian Lemos ainda respalda no discurso do parlamentar federal…

Após Intercept, pesquisa revela queda na aprovação de Moro

Primeira pesquisa nacional após efeito do Intercept, foi divulgada essa semana através do Atlas Político, que ouviu 2.000 pessoas, no período de 10.06.2019 – 12.06.2019. Segundo essa amostra a aprovação…