João Pessoa, 12 de December de 2017
Saúde
21/04/2017 as 08:51min - PB Agora
Escola esclarece sobre casos de meningite

A Escola Internacional Cidade Viva (EICV) divulgou nessa última quinta-feira (20) uma nota oficial à mídia e às redes sociais para esclarecer os casos suspeitos de meningite na Instituição. O objetivo da Nota era desfazer as dúvidas, detalhar as medidas já tomadas, sob a orientação da Vigilância Epidemiológica, e também de tranquilizar os pais de alunos.

 

Na Nota oficial, a Escola Internacional Cidade Viva esclarece que houve apenas um aluno em fase de investigação de meningite. Contudo, o caso confirmado não é a do tipo meningocócica. Ou seja, não houve nenhum caso de aluno com tipo mais grave, que é a bacteriana (Neisseria meningitidis), afastando assim qualquer possibilidade de surto ou foco de meningite na Escola. O outro aluno, que já recebeu alta, foi tratado clinicamente semana passada como se fosse meningite bacteriana, mas os exames laboratoriais descartaram esta hipótese.

 

A Secretaria de Saúde do Município de João Pessoa, por meio da Gerência de Vigilância Epidemiológica (VIEP), havia também emitido uma nota oficial na tarde dessa última quinta-feira (20) comunicando que não realizou qualquer interdição na Escola Internacional Cidade Viva.

 

As medidas tomadas pela Diretoria da Instituição de suspender as aulas nessa quinta-feira (20) foram unicamente por escolha da Escola como forma de prevenção e de cuidado no ambiente escolar para alunos, funcionários e pais. Durante a suspensão das aulas, serão realizadas a limpeza e a higienização de toda a Escola como forma de trazer mais segurança e conforto aos alunos e as suas famílias.

 

A Nota encerra com o esclarecimento da própria Gerência de Vigilância Epidemiológica de João Pessoa que afirma que “não será necessário realizar qualquer campanha profilática com os alunos. A única orientação foi a de que continuasse reforçando com os pais a importância de manter os cartões de vacinação atualizados dos filhos”.

 

Por fim, a Diretoria da Escola Internacional Cidade Viva está contente com a informação de que já houve melhora na saúde dos alunos e espera com fé “que o Senhor possa também tranquilizar o coração de todos os pais da Instituição” para o retorno das aulas na próxima segunda-feira (24).

 

Veja o comunicado na íntegra:

 

A Escola Internacional Cidade Viva vem, por meio deste, pronunciar-se quanto às informações divulgadas em Redes Sociais e em meios de comunicação sobre casos suspeitos de meningite na Instituição, a fim de sanar todas as dúvidas e de afirmar aos pais que a escola está tomando todas as providências cabíveis.

 

A Escola gostaria de esclarecer que:

 

- Não houve nenhum caso de aluno com meningite bacteriana meningocócica (Neisseria meningitidis), que é a bactéria de importância para a saúde pública;

 

- Desta forma, não houve surto de meningite na escola;

 

- Por isto, a mesma também não foi interditada pela vigilância epidemiológica. As medidas tomadas pela escola foram unicamente por escolha da Instituição como uma forma de prevenção e cuidado com os alunos, pais e funcionários, pois acreditamos que a prudência é a melhor medida a ser tomada.

 

- Por fim, esclarecemos que há apenas um aluno em fase de investigação de Meningite, mas que já foi confirmado que não é do tipo Meningocócica (caso mais grave). Outro aluno, que já recebeu alta, foi tratado clinicamente semana passada como se fosse Meningite Bacteriana, contudo, os exames laboratoriais descartaram esta hipótese.

 

Recebemos a visita da Diretoria de Vigilância de Saúde, através da equipe de Vigilância Epidemiológica, e os mesmos confirmaram as informações acima, conforme Nota divulgada hoje (20/04) à imprensa.


Em nota, a equipe de vigilância esclarece que “o Colégio Cidade Viva, onde surgiram os casos suspeitos da doença, não foi interditado pela Secretaria de Saúde e a decisão de fechar a escola para limpeza foi da Diretoria da própria instituição para maior conforto dos alunos e suas famílias”.

 

A Vigilância ainda pontuou que não será necessário realizar nenhuma campanha profilática com os alunos. A única orientação foi que se continuasse reforçando com os pais a importância de manter os cartões de vacinação atualizados.

 

No mais, estamos alegres pela melhora na saúde dos nossos alunos e esperamos que o Senhor possa tranquilizar o coração de todos os pais.

 

Que Deus nos abençoe!

 

Atenciosamente,
Equipe EICV 

PB Agora

Compartilhe