João Pessoa, 20 de Maio de 2019

COLUNISTAS

Paraíba
20/02/2019 as 19:34min - Wellington Farias
A operação Fantoche e o Maior São João do Mundo

Na minha terra-natal, Serraria, há uma máxima popular: quando o povo diz, ou é, ou foi ou está para ser...

A prevalecer esta tal máxima, é de se imaginar possível que o famoso Maior São João do Mundo, de Campina Grande, não resista a uma boa sindicância. Afinal, sempre se comentou à boca miúda que muita coisa suspeita havia por trás deste grande evento, que já alcançou até repercussão internacional.

Dizia-se, por exemplo, que muita gente faturou alto em cima do famoso Maior São João do Mundo; que famílias amealharam uma boa grana explorando serviços inerentes ao evento e, sobretudo, que por trás daqueles famosos e milionários cachês de artistas haveria superfaturamento e rachas no triângulo poder público, intermediário e artista contratado...

Mas só boatos e nada de fato constatado.

As tais desconfianças no Maior São João do Mundo, porém, ganharam proporção maior quando entrou em cena a tal empresa Aliança Comunicação e Cultura LTDA, que formou uma parceria com a Prefeitura de Campina Grande. Houve muito bla-bla-bla depois que esta empresa se meteu no Maior São João do Mundo.

Agora piorou, sobretudo depois que um dono da tal Aliança foi preso durante a Operação Fantoche. Sob a empresa recai a acusação de superfaturamento e lavagem de dinheiro, para o que usava empresas de fachada

A essa altura, não é nada recomendável que a Prefeitura de Campina Grande continue mantendo a parceria com uma empresa acusada de tais práticas.

Wellington Farias

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Compartilhe

COMENTÁRIOS