Agentes da Divisão de Homicídios da Polícia Civil estão cumprindo mandados de prisão e de busca e apreensão relacionados às mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. A operação desta quinta-feira (13) é para prender milicianos suspeitos de envolvimento no atentado, que ocorreu no dia 14 de março.

Os policiais estão cumprindo os mandados em 15 endereços, inclusive fora do estado, como em Juiz de Fora, em Minas Gerais. No Rio,os agentes cumprem as ordens judiciais em locais da  Zona Oeste; em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense; em Petrópolis e em Angra dos Reis. Neste último município, uma equipe da Delegacia de de Homicídios chegou a ser encurralada por criminosos e teve que receber apoio para se retirar do local.

Os mandados fazem parte de um inquérito à parte, mas, de acordo com o delegado Giniton Lages, todos têm ligação com os assassinatos. As mortes completam nove meses nesta sexta-feira (14).

Brasil 247

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Militar preso com drogas na Espanha voltaria com Bolsonaro ao Brasil, diz Mourão

O militar preso na Espanha sob suspeita de tráfico de drogas voltaria ao Brasil no mesmo avião do presidente Jair Bolsonaro, que está no Japão para o encontro de líderes…

Membro da comitiva de Bolsonaro é preso na Espanha com 39 quilos de cocaína

A Guarda Civil espanhola deteve nesta terça-feira no aeroporto de Sevilha um militar brasileiro que havia transportado 39 quilos de cocaína em um avião da FAB integrado à comitiva do…