O presidente da República Michel Temer, de acordo com sua assessoria, não assinou decreto que reajusta o piso das remunerações e que geralmente é publicado nos últimos dias do mês de dezembro, desta forma, o salário mínimo deve permanecer em R$ 954 em 2019. A estimativa divulgada no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) de 2019, a previsão anterior era de R$ 1.006.

O reajuste só deve acontecer depois que o presidente eleito Jair Bolsonaro publique um decreto reajustando o valor. O salário mínimo é reajustado com base na inflação do ano anterior e serve como referência para os benefícios assistenciais e previdenciários, como o abono salarial, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e as aposentadorias e pensões do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

 

PB Agora

 

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vídeo: Mulher empurra padre Marcelo Rossi durante missa

Uma mulher empurrou do palco o padre Marcelo Rossi durante uma missa em Cachoeira Paulista neste domingo (14). A mulher furou a segurança, invadiu o palco durante a celebração que…

Paulo Guedes apresenta PEC para acabar com inscrição obrigatória na OAB

A inscrição obrigatória de trabalhadores em alguns conselhos de classe, como o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, pode chegar ao fim. É o que diz uma Proposta…