João Pessoa, 26 de Maio de 2019
Brasil
12/05/2019 as 13:22min - PB Agora
Morre ator e humorista, um dos pioneiros na televisão no Brasil

O ator e humorista Lucio Mauro, nome artístico de Lucio de Barros Barbalho, considerado no meio artístico um dos pioneiros na televisão no Brasil, morreu ontem (11), à noite, aos 92 anos. Ele estava internado há cerca de quatro meses na Clínica São Vicente, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro e tinha problemas respiratórios depois de sofrer, há três anos, um acidente vascular cerebral (AVC).

Lucio Mauro trabalhou nas emissoras de televisão Rio, Tupi, Excelsior e Globo. O ator deixa cinco filhos, cinco netos, dois casamentos. Um de seus personagens marcantes na TV foi o Fernandinho, casado com Ofélia, interpretada pela atriz Claudia Rodrigues, no Zorra Total.

Emocionado, seu filho, Lucio Mauro Filho, também ator e comediante, despediu-se do pai nas redes sociais, onde deixou clara a influência que Lucio Mauro lhe deixou.

“Papai foi um pioneiro, saiu do teatro de estudante lá no Pará, foi pro Recife, fez rádio, inaugurou a televisão no Nordeste e de lá, veio para o Rio de Janeiro pra se tornar um dos maiores artistas deste país. Me influenciou em tudo. O homem que sou, o artista, o pai de família, o amigo. Eu nada seria sem seus ensinamentos.

Tivemos o prazer de trabalhar juntos, na TV, no Teatro, no Cinema e na Publicidade. Rodamos o Brasil colocando nossas vidas a serviço da arte, em “Lucio 80-30”, quando ele teve a chance de dividir o palco com os filhos”.

Lucio Mauro Filho disse da alegria que o pai teve de conhecer Liz, “a neta inesperada que chegou pra promover o ciclo da vida. Estava internado há quase quatro meses. A esticada foi longa e sofrida. Agora só restava o descanso que ele tanto merece. Nós ficamos por aqui, celebrando sua existência e seguindo com seu legado. Vai com Deus meu velho. Vai se juntar a Chico, Agildo, Silvino, Rogerio, Miele e tantos outros, para juntos fazerem cócegas nas estrelas. Obrigado por tudo! Viva Lucio Mauro!”, concluiu o filho do comediante.

 

Agência Brasil

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Compartilhe