O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou ao Twitter hoje para comentar as manifestações que ocorrem em favor do governo em diversas cidades. Segundo o presidente, quem pede o fechamento do STF (Supremo Tribunal Federal) e do Congresso "estaria na manifestação errada".

"Há alguns dias atrás, fui claro ao dizer que quem estivesse pedindo o fechamento do Congresso ou STF hoje estaria na manifestação errada. A população mostrou isso. Sua grande maioria foi às ruas com pautas legítimas e democráticas, mas há quem ainda insista em distorcer os fatos", postou o presidente.

A hashtag de apoio às manifestações deste domingo (26) a favor do governo, #BrasilNasRuas, ocupava mais cedo o topo dos trending topics do Twitter. Apesar de anunciar que não participaria dos atos, o presidente publicou três vídeos de apoiadores feitos no Rio de Janeiro, em São Luís e em Juiz de Fora (MG).

""

No Rio, a concentração acontece na praia de Copacabana, na zona sul. Grande parte dos manifestantes usa roupas e porta bandeiras nas cores verde e amarela. Um boneco do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), segurando um saco de dinheiro foi colocado ao lado do boneco do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vestido de presidiário, apelidado de "pixuleco".

Pautas diversas foram citadas pelos manifestantes no Rio. Um dos trios elétricos servia de palco para um discurso que pedia intervenção militar provisória para dar mais poderes ao presidente. Outros apoiadores do governo defendiam a reforma da Previdência e o pacote anticrime apresentado pelo Ministério da Justiça, e criticavam o STF (Supremo Tribunal Federal) e políticos do Centrão e de esquerda.

 

Uol

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos



Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-advogado de Najila diz ter sido ameaçado pelo pai de Neymar

Revelação teria sido feita em uma conversa pelo WhatsApp com a modelo que acusa o jogador de tê-la estuprado em Paris

Aval legislativo para venda de subsidiárias é desnecessário, diz STF

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (6), por maioria, liberar a venda do controle acionário de subsidiárias de empresas públicas e sociedades de economia mista, sem que…