Há mais de 30 anos, Campina Grande realiza o Maior São João do Mundo. A festa que acontece durante 30 dias ininterruptos no mês de junho, e atrai turistas do Brasil inteiro, e até do exterior, tem o seu ápice no dia 24 de junho, dia de São João. Só que um projeto de Lei de autoria do vereador Pimentel Filho, quer acabar com o feriado tradicional na cidade. Como já era esperado, o projeto tem gerado polêmica entre os vereadores da oposição e situação. Além do São João, Pimentel quer também acabar com o feriado do carnaval na Rainha da Borborema.

 

Os vereadores Galego do Leite e Alexandre do Sindicato, um da oposição, e outro da situação, votaram contra a proposta e disseram não concordar com a extinção dos feriados.

 

No entendimento dos vereadores, a proposta de transformar os dois feriados em em ponto facultativo, iria privilegiar apenas o funcionalismo público, enquanto o trabalhador do comércio ficaria prejudicado. Alexandre inclusive, lembrou que a festa aquece a economia da cidade e movimenta o turismo.

 

Integrante da oposição, Galego do Leite afirmou em entrevista a Rádio Campina FM, que o feriado de São João é uma tradição para o Nordeste, em especial para Campina Grande, devido à realização do Maior São João do Mundo.

– Votamos contra porque o feriado do São João na nossa região é tradicional. Recebemos com estranheza o projeto do vereador Pimentel porque apenas o funcionalismo público é que vai se beneficiar. O trabalhador do comércio não terá direito a folga, nem o pagamento pelo feriado – disse.

 

Dividindo a mesma opinião, o vereador de situação Alexandre do Sindicato ressaltou que é necessário que esse projeto não seja sancionado pelo Poder Executivo, devido à tradicionalidade que os festejos juninos e de Carnaval têm para a cidade, tendo em vista que nas duas datas há grande número de turistas visitando Campina Grande.

 

– Este é um projeto nocivo aos trabalhadores e também à sociedade como toda. Não houve nenhum questionamento jurídico ou apelo da população para ter se levantado esse projeto, que vai garantir apenas privilégio para o funcionalismo público, já que será ponto facultativo. Faço um apelo ao prefeito Romero Rodrigues para que essa lei seja vetada – disse.

 

Vale lembrar que o Maior São João do Mundo, uma das maiores manifestações culturais da região, que preserva costume e tradições do nordestino, movimenta a rede hoteleira, os bares e restaurantes, além de aquecer o comércio e gerar oportunidade de renda para centenas de ambulantes. Tradicionalmente, a cantora Elba Ramalho se apresenta no Parque do Povo na noite de São João.

 

Severino Lopes

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente Nacional do BNB garante a Wilson Santiago que não haverá fechamento do Centro Cultural em Sousa

O deputado federal, Wilson Santiago (PTB), tranquilizou a população da cidade de Sousa sobre a informação do possível fechamento do Centro Cultural do Banco do Nordeste no município. De acordo…

Artesanato, música e gastronomia movimentam final de semana na praia de Tabatinga

Tabatinga Ecoarte, a primeira feira cultural pé na areia, será realizada, em sua primeira edição, nos dias 20 e 21 de julho, no Tabatinga Arte Bar, na praia de Tabatinga,…