Duas jovens artistas, uma paraibana e outra pernambucana, lançam suas produções nesta sexta-feira (21) em evento promovido no Casarão dos Azulejos, localizado em frente à Praça do Bispo, no centro de João Pessoa. 

A artista plástica Dani Rocha, natural do Recife (PE), irá expor uma série de gravuras produzidas por ela em agosto deste ano. A exposição intitulada “Percepções do Sentir” traz quadros em linóleo. “A arte para mim é uma inquietação do que sou, um desconforto que precisa ser comunicado e através dela imprimo minhas verdades mutantes. Sob meu olhar, expando meu mundo, trazê-lo a público pra mim é uma troca de olhares”, afirma Dani, que teve o primeiro contato com a técnica em 2017.  

Já a escritora paraibana Samelly Xavier, irá lançar o livro “Texto para Ontem”, de produção independente. Ela explica que a capa da publicação é “personalizada e colorida, para o leitor escolher a que mais se identificar e no final, há um convite inusitado da escritora para que se dê continuidade à obra”. A produção compila prosas poéticas, poemas e crônicas da autora que aos 15 anos ganhou o primeiro lugar nacional do Concurso Internacional de Cartas dos Correios. 

Lau Siqueira, secretário de Estado da Cultura, afirma que a ideia é “lançar o trabalho de jovens artistas que muitas vezes não possuem espaço para mostrar suas potencialidades”. Lau lembra ainda que ocupar o Casarão dos Azulejos, que já foi sede da Secretaria de Estado da Cultura e hoje abriga a sede do Programa de Inclusão Através da Música e das Artes (Prima), com exposições e lançamentos de obras é um anseio antigo da Secult-PB. 

“Queremos aproveitar ao máximo esse local tão bonito e histórico com o melhor que a cultura paraibana pode oferecer”, afirma o secretário. O lançamento do livro e a abertura da exposição acontecem a partir das 16h com entrada gratuita.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Iphan quer forró como patrimônio imaterial

O forró pode ser declarado como patrimônio imaterial do Brasil até meados de 2020. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) iniciou pesquisa nos nove estados do Nordeste,…

São João de João Pessoa continua nesta segunda-feira

O São João da Capital apresenta, a partir das 19h, desta segunda-feira (24), as bandas Os Fulano e Cabruêra, Dejinha de Monteiro e Jorge de Altinho, na programação dos festejos…