Termina hoje o prazo para saque do abono-salarial ano-base 2016. Na Paraíba, ainda faltam 45.561 trabalhadores receberem o benefício, o equivalente a R$ 35.734.628,14 disponíveis para retirada. O prazo limite era 29 de junho, mas resolução emitida em julho pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) autorizou a prorrogação.

 

Já foram pagos R$16,7 bilhões para 22,7 mil trabalhadores. Porém, o valor ainda disponível é de R$1,3 bilhão que beneficiam 1,8 milhão de trabalhadores. Tem direito ao abono salarial ano-base 2016 quem estava inscrito nos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) que possui remuneração mensal média de até dois salários mínimos e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais( Rais).

 

A quantia a que cada trabalhador tem direito depende do tempo em que ele trabalhou formalmente em 2016. Quem esteve empregado o ano todo recebe o valor cheio, que equivale a um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é de 1/12, e assim sucessivamente.

 

O estado com mais trabalhadores que ainda não retiraram o dinheiro é São Paulo. São 410,5 mil pessoas, ou 6,95% do total de beneficiários. O valor ainda disponível para esses trabalhadores é de mais de R$ 297 milhões. Já o Distrito Federal é a Unidade da Federação (UF) com maior número proporcional de beneficiários com direito ao saque que ainda não retiraram o valor. Na capital federal, 29,33% estão nessa situação. São 148,5 mil trabalhadores com R$ 110 milhões para retirar.

 

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Preço da mão de milho tem variação R$ 20 a R$ 30 em mercados públicos da capital, diz Procon-JP

Às vésperas do São João, ainda é tímido o movimento em busca de milho no Mercado Central da capital, aponta levantamentos do Procon-JP, o órgão detalha que o preço da…

BB tem reserva de R$ 2 bilhões para o caso de perdas com a Odebrecht

O Banco do Brasil tem reservas suficientes para absorver perdas com empréstimos feitos à Odebrecht, em recuperação judicial, garantiu o presidente do banco, Rubem Novaes. Segundo Novaes, o banco tem…