Quem tem filho em idade escolar sabe que esse período é sinônimo de despesa com o início do ano letivo. Comprar livros usados em feiras é uma boa alternativa para amenizar os gastos, pois a economia pode chegar a até 70%. A 20ª edição da Feira de Livros de Mangabeira acontece no Mercado Público de Mangabeira até 28 de fevereiro.

 

A feira de livros tem a finalidade de ajudar os pais a comprar e vender livros didáticos ou paradidáticos do ensino infantil ao médio a preços mais baratos. O coordenador e organizador Wallace Albuquerque conta que a Feira de Livros de Mangabeira começou por necessidade, já que tinha dois filhos em idade escolar.

 

“Tinha muita dificuldade de comprar os livros. Em 1999, eu estava no Rio Grande do Sul e vi uma escola particular fazendo uma feira de venda e troca de livros entre os alunos. Então, tive a ideia de implementar aqui por três semanas e já estamos há 20 anos”, relembrou. A recomendação para os pais é orientar os filhos a não rasurar os livros com caneta nem passar corretivo.

 

Se tiver que riscar alguma coisa que seja superficialmente e com lápis grafite. Também não dobrar a pontinha que chama de ‘orelha’. Além disso, encapar os livros com papel contato para proteger a capa. Afinal, o livro bem conservado tem mais valor que o não zelado. A estimativa é que cerca de 8 mil livros sejam comercializados e trocados, anualmente, no local. O organizador alertou que os interessados devem levar a lista de materiais fornecida pela escola, uma vez que é preciso conferir o nome do autor, da editora e qual edição está sendo solicitada.

 

Danielle Salustino frequenta a feira de livros usados desde o ano passado e sua filha está no 8º ano do ensino fundamental. “É a segunda vez que compro livros usados porque os preços são muitos caros nas livrarias e realmente vale muito a pena. Só não vou poder comprar o de História, mas os outros eu vou conseguir aproveitar”, disse.

 

Amanda Flor hoje é advogada e estudou a vida toda como bolsista em escola particular e sua mãe, Cleide Nóbrega, hoje é vendedora dessa feira. “A gente começou a vender em 2003. E surgiu da necessidade de comprar livro usado porque eu e minha irmã éramos bolsistas. A gente viu que dava certo porque a economia é muito grande, economiza de 50 a 70%”, contou Amanda.

 

Fernanda Cordeiro frequenta a feira pela primeira vez. “Sou mãe de um aluno do 6º ano de uma escola particular e me surpreendi com a qualidade dos livros e preços. A diferença para um livro novo é muito grande. Vale a pena procurar, principalmente para quem tem mais de um filho”.

 

A feira de livros está localizada no Mercado Público de Mangabeira, na antiga agência do Banco do Brasil, e funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 17h e, aos sábados das 7h às 15h. Dúvidas e informações sobre a feira podem ser obtidas através dos telefones (83) 98812-3703 ou (83) 98704- 4121 ou (83) 98842-4163.

 

 

Redação

 

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Preço da mão de milho tem variação R$ 20 a R$ 30 em mercados públicos da capital, diz Procon-JP

Às vésperas do São João, ainda é tímido o movimento em busca de milho no Mercado Central da capital, aponta levantamentos do Procon-JP, o órgão detalha que o preço da…

BB tem reserva de R$ 2 bilhões para o caso de perdas com a Odebrecht

O Banco do Brasil tem reservas suficientes para absorver perdas com empréstimos feitos à Odebrecht, em recuperação judicial, garantiu o presidente do banco, Rubem Novaes. Segundo Novaes, o banco tem…