João Pessoa, 23 de Janeiro de 2018
Educação
17/02/2017 as 08:00min - PB Agora
UFCG e UEPB divulgam lista de espera do Sisu 2017.1

 A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgaram na tarde desta quinta-feira (16) as listas de espera de candidatos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para o período letivo 2017.1. Na UFCG os alunos devem realizar o cadastro entre os dias 9 e 10 de março. Já na UEPB, os candidatos precisam declarar interesse na vaga a partir da próxima segunda-feira (20), até o dia 5 de março.

 

UFCG


Segundo a Comissão de Processos Vestibulares (Comprov) da UFCG, a primeira chamada será realizada no dia 6 de março no site da Comprov. O candidato deve realizar o cadastramento entre os dias 9 e 10 de março na coordenação do curso e do campus para o qual foi classificado. O horário de atendimento será das 8h às 11h30 e das 14h às 17h. Clique aqui e veja a lista.

 

O cadastramento na UFCG é obrigatório e o não comparecimento ou não apresentação da documentação exigida implica na perda do direito à vaga. Já a matrícula em disciplinas acontece no dia 2 de maio. As aulas serão iniciadas no dia 8 de maio deste ano.

 

Ainda segundo a Comprov, estão previstas mais sete chamadas, caso existam vagas remanescentes. Ocorrendo isso, elas vão ser divulgadas nos dias 13, 20 e 27 de março; 3, 13 e 24 de abril; e 4 de maio.

 

UEPB

 


Na UEPB, a Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) informou que a partir da próxima segunda-feira (20) estará disponibilizando no site da PROGRAD o link de cadastramento para que os candidatos constantes na lista de espera realizem a declaração de interesse pela vaga na instituição.
O cadastramento é de preenchimento obrigatório e deve ser realizado até o dia 5 de março por todos os candidatos que desejarem continuar concorrendo às vagas remanescentes na instituição. A partir desta declaração de interesse pela vaga, no dia 9 de março será divulgada a lista de espera própria da UEPB, já com a primeira chamada desta lista.

 

Redação com G1

Compartilhe