Um levantamento feito pelo Programa Ruanda, desenvolvido pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, revela que atualmente existem 80 crianças e adolescentes que passam o dia em Campina Grande nas ruas trabalhando ou pedindo nos semáforos.

 

Em recente reunião no Ministério Público da Paraíba (MPPB) junto com o Conselho Tutelar a SEMAS debateu tal temática destacando que em período de férias escolares, a quantidade de crianças  nas ruas é ainda maior.

 

Para o coordenador do Programa Ruanda em Campina Grande, Emanuel da Nóbrega, o problema se deve principalmente à vontade dos meninos ter renda própria. Ele falou que é difícil convencer as crianças a focar somente nos estudos.

 

“Eles estão nas ruas porque querem independência financeira, então ficam mendigando e trabalhando nos sinais e fazendo coletas nas feiras. Tem casos que a família obriga, mas são principalmente casos de que querem”, disse o coordenador . A iniciativa do Programa Ruanda é o de buscar jovens nas ruas e promover para eles oficinas e grupos de futebol, além de encaminhar os jovens para o Conselho Tutelar.

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sai a primeira chamada da lista de espera da UFCG

Estão sendo convocados 1.168 candidatos para o preenchimento de vagas remanescentes

Provas objetivas do concurso da Educação são marcadas para o mês de julho

As provas objetivas do concurso público para área de Educação da rede estadual de ensino estão previstas para acontecer no dia 21 de julho. Ao todo, 43.097 candidatos tiveram as…