João Pessoa, 25 de Maio de 2019
Educação
07/05/2019 as 14:45min - PB Agora
Entidades realizam plenária nesta 4ª em defesa das universidades

Os cortes de orçamento anunciados pelo Governo Bolsonaro vão comprometer o funcionamento das instituições federais de ensino de todo o Brasil. Para discutir formas de reação e mobilização contra a medida, professores, servidores técnicos-administrativos e estudantes da UFPB reúnem-se na próxima quarta-feira, 8 de maio, em uma plenária pública no Centro de Vivência do campus I, em João Pessoa. A atividade está sendo convocada pela ADUFPB, pelo Sintespb e pelo DCE e começará às 16h.

 

Depois de anunciar que o MEC cortará verbas de três universidades federais por “balbúrdia”, o ministro da educação, Abraham Weintraub, foi além. Os cortes não serão apenas nos orçamentos das Universidades Federal Fluminense (UFF), da Bahia (UFBA) e de Brasília (UnB). Agora, todas as universidades e institutos federais terão seus orçamentos cortados em 30%.

 

O governo federal anunciou em 29 de março um contingenciamento de R$ 29,5 bilhões do orçamento da União. R$ 5,8 bilhões foram contingenciados do Ministério da Educação (MEC) e R$ 2,1 bilhões do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Agora, Weintraub começa a definir de onde cortará a verba em sua pasta.

 

O ministro decidiu que todas as universidades e institutos federais terão 30% do seu orçamento cortados a partir do segundo semestre. O corte se dará no orçamento para despesas discricionárias. Elas são usadas para pagar, por exemplo, as contas de água e luz, além de serviços de limpeza.

 

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Compartilhe