A FACAMP (Faculdades de Campinas) promove o FAMUN (FACAMP Model United Nations) há seis anos. O evento simula as atividades das Nações Unidas de forma precisa e ainda conta com o acompanhamento e a interação de funcionários da própria ONU. O projeto é organizado por graduandos do curso de Relações Internacionais da Faculdade, com a supervisão de professores, e aberto a estudantes matriculados no Ensino Médio, Cursinhos e no Ensino Superior de qualquer instituição pública ou privada do Brasil e do exterior. Para este ano, o tema escolhido foi: “Living together in peace” (viver juntos em paz, em tradução livre) já que é uma das campanhas da própria ONU.

O FAMUN é um evento organizado de acordo com o padrão internacional definido pelo WIMUN (WFUNA International Model United Nations) da Federação Mundial das Associações das Nações Unidas (WFUNA, na sigla em inglês). Ou seja, a faculdade é supervisionada e segue todas as orientações da simulação referência no tema. Isso significa que as regras de procedimento são exatamente as mesmas da ONU assim como as práticas de negociação e tomada de decisões. A FACAMP é pioneira e a única na América do Sul a adotar a abordagem WIMUN.

Durante os cinco dias do programa, cerca de 400 estudantes do Ensino Médio ao Ensino Superior passam a desempenhar papeis de grandes atores globais: chefes de Estado e governo, diplomatas e juízes. Isso porque a programação envolve o debate sobre os desafios e problemas que afligem o mundo, como a paz e o desenvolvimento sustentável.

Os participantes representam tais papeis em diferentes órgãos da ONU: a Assembleia Geral, o Conselho de Segurança e a Corte Internacional de Justiça. Nos dois primeiros órgãos, os estudantes atuam como diplomatas e, no último, como juízes. No início da simulação, funcionários da ONU especialistas nos temas discutidos participam de um diálogo interativo com os participantes, fornecendo informações, dados e os principais insights de cada tópico.

Todos os alunos participantes são incentivados a argumentar para defender os interesses do país o qual foram designados. Para se preparar, cada um recebe documentos com as particularidades do Estado que irão representar e com as regras de funcionamento da instituição; esses materiais são baseados nos documentos oficiais da própria ONU. Falar em público e, por vezes, em outras línguas são outras habilidades desenvolvidas. Para o Ensino Médio, ocorrem debates em português e inglês e para o Ensino Superior se soma ainda o espanhol.

O FAMUN proporciona a interação de estudantes de diversas partes do país e do mundo. Na última edição, a FACAMP recebeu alunos da França, África do Sul, Holanda e Índia. Esse contato é importante para conhecer novas culturas, fazer networking e até novas amizades. Ao final, cada um recebe um certificado de participação de acordo com o cargo que atuou na conferência.

Patrícia Rinaldi, professora de Relações Internacionais da FACAMP e uma das coordenadoras do FAMUN, explica a relevância do evento: “O FAMUN tem um papel importante em construir habilidades para o futuro pessoal e profissional dos jovens participantes, como tomar decisões sob pressão, decidir em situações de crise, fazer conexões entre temas diferentes. Além disso, os participantes desenvolvem a oratória, a arte da negociação e soluções práticas para problemas coletivos que envolvem escassez de recursos e em um período de tempo limitado”. A educadora acrescenta ainda que, a experiência de simular não apenas é de extrema relevância para estudantes de Relações Internacionais que almejam carreias fora do país, como também é válido para alunos de qualquer curso ou área de interesse.

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Com três gols anulados, Brasil empata com a Venezuela

Sem inspiração ofensiva, o Brasil não conseguiu furar o bloqueio defensivo da Venezuela e ficou no empate sem gols, na Fonte Nova, na noite desta terça-feira, 18. Com a igualdade…

Provas objetivas do concurso da Educação são marcadas para o mês de julho

As provas objetivas do concurso público para área de Educação da rede estadual de ensino estão previstas para acontecer no dia 21 de julho. Ao todo, 43.097 candidatos tiveram as…