O ministro da Educação, Abraham Weintraub, acenou para as universidades federais e tranquilizou os reitores após os protestos ocorridos no dia de ontem. A reitora da Universidade Federal da Paraíba, Margareth Diniz disse que o ministro assegurou que em caso de situação crítica, o Ministério da Educação agirá para não prejudicar as instituições. Ela adiantou que o ministro afirmou que a expectativa é descontingenciar.

“A expectativa é de descontingenciar ao longo do tempo, mas ele disse que qualquer necessidade emergencial, pronto. Chegou ao meu limite, eu dizer que não tem e ele vai viabilizar o recurso no que for possível. Mas ele acha que até junho, estando a reforma aprovada, a situação se regulariza. Eu digo que essa nossa parte em todas as instâncias buscar a conversa e o diálogo e apresentar nossas demandas”, disse.

Ontem, em entrevista, Margareth havia alertado que, caso os contingenciamentos de 30% fossem mantidos, a Universidade só teria recursos até setembro de 2019.

“Se o corte no orçamento das Ifes for mantido, as instituições só terão como se sustentar até final de setembro”, disse Margareth, destacando que o bloqueio de recursos compromete o pagamento de energia elétrica, água, telefonia, compra de material para setores e laboratórios, assim como bolsas de iniciação científica e de extensão.

O aceno do ministro aconteceu ontem, durante uma reunião em Brasília. O deputado Ricardo Barbosa (PSB) representou a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Reitores das universidades e institutos federais paraibanos, e representantes da bancada federal também participaram Na oportunidade, o ministro garantiu a liberação de recursos para as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) do Estado.

Ricardo Barbosa ressaltou que a reunião foi positiva e resultou em investimento para a educação pública da Paraíba. Ele afirmou que o ministro tranquilizou os reitores quanto aos cortes anunciados pelo Governo Federal e garantiu recursos para as instituições. "O ministro foi acessível às situações demonstradas pelos reitores. Todos nós saímos de lá satisfeitos. O encontro culminou com a liberação de recursos para as universidades públicas do nosso Estado. Essa foi a nossa contribuição, da Assembleia Legislativa", destacou o parlamentar.

 

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Provas objetivas do concurso da Educação são marcadas para o mês de julho

As provas objetivas do concurso público para área de Educação da rede estadual de ensino estão previstas para acontecer no dia 21 de julho. Ao todo, 43.097 candidatos tiveram as…

Sai resultado do concurso para Técnico-Administrativo do IFPB

O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN) divulgou nesta quarta-feira (19) o resultado dos recursos contra o gabarito das provas objetivas do concurso para Técnico-Administrativo (edital 147).…