João Pessoa, 16 de Dezembro de 2018
Esportes
27/02/2013 as 15:24min - PB Agora
Pantera vai ser homenageado por ter feito 150 partidas pelo Campinense

Pantera vai ser homenageado pelo Campinense por ter completado 150 jogos com a camisa rubro-negra. O goleiro atingiu a marca há sete jogos, quando a Raposa venceu o Santa Cruz por 3 a 0 ainda pela fase de grupos da Copa do Nordeste. Mas a homenagem só virá no próximo domingo, no Amigão, quando o time paraibano disputa contra o Fortaleza um vaga na final da competição regional. Como forma de reconhecimento pelas atuações como goleiro da Raposa, a diretoria vai fazer uma camisa em homenagem ao seu "paredão".



A camisa comemorativa, que já vem sendo chamada de "P1", em referência ao nome de Pantera e ao número que ele usa durante as partidas, foi a forma que a diretoria utilizou para homenagear o atleta, bem como para promover mais uma ação de marketing do clube, já que a camiseta será comercializada a partir da próxima quinta-feira, na loja oficial do Campinense.
 

Bastante emocionado com a homenagem, Pantera disse que se sente honrado e que cada vez mais vem sentindo uma ligação mais forte com o time da Bela Vista.

- O torcedor que me acompanha aqui no Campinense sabe muito bem da ligação e do sentimento que eu tenho com o clube desde que cheguei aqui. São sentimentos diferentes, que vão da maior das realizações até frustrações que doeram e ainda doem muito. Mas nesse tempo todo eu posso afirmar que quando entrei em campo com a camisa do Campinense eu dei o máximo de mim e sempre busquei ajudar o time, independente da situação que a gente estivesse vivenciando - comentou o goleiro Pantera.
 

Trajetória vem desde 2007

Pantera chegou ao Campinense no ano de 2007 e, ao longo desses anos, vem acumulando várias conquistas, e também algumas decepções, defendendo o gol rubro-negro. Entre as principais conquistas, apontadas pelo próprio atleta, estão a conquista dos títulos do Campeonato Paraibano em 2008 e 2012, e o acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro, também no ano de 2008.

- Os momentos de conquista sempre são lembrados com um carinho especial. As recordações dos títulos do Paraibano em 2008 e no ano passados são bem fortes, mas o acesso para a Série B do Brasileiro foi um dos momentos mais importantes que eu tive em toda a minha carreira. Só que, lembranças tristes, como a eliminação na Série D de 2012, também fazem parte da nossa trajetória aqui no clube - acrescentou o camisa 1 raposeiro.

 

 

 

G1
 

Compartilhe