João Pessoa, 22 de Fevereiro de 2018
Esportes
13/11/2017 as 05:23min - PB Agora
Paraibano vira sensação do futebol suíço após se destacar pelo Coxa

São dez jogos, três gols e três assistências com a camisa do Sion no Campeonato Suíço. O atacante paraibano Matheus Cunha, de apenas 18 anos, mostrou que em pouco tempo se adaptou ao futebol europeu. Após chegar ao clube em julho, ele foi escolhido o melhor jogador do time na competição no mês de outubro.

- Foi uma felicidade imensa. Cheguei há pouco tempo e as coisas estão acontecendo muito mais rápido do que imaginava. Consegui aproveitar para me adaptar o mais rápido possível. Fiquei muito feliz, muito orgulhoso, por estar conseguindo trilhar um bom caminho aos poucos. A oportunidade de ser reconhecido me deixou muito feliz - comemorou o atacante Matheus Cunha.

 

Em terras suíças, Matheus Cunha explicou que o futebol do país é bem diferente do brasileiro, apresentando qualidades e defeitos, mas conseguiu se sobressair.
- Por ser brasileiro gosto mais daquela futebol jogado, um futebol que é mais técnico, mais habilidoso. Mas aqui é um futebol mais físico, bem mais tático do que no Brasil. Penso que o defeito é por ser muito físico e pouco técnico e a qualidade é por ser o futebol europeu. Aprender o futebol da Europa - disse.

O Sion está na 9ª posição com 14 pontos, é o penúltimo no Campeonato Suíço. Mas Matheus Cunha vai conseguindo se destacar individualmente. Ele chegou ao clube no começo de julho após uma passagem pelas categorias de base do Coritiba.
 

O paraibano espera ajudar o Sion a sair da situação que se encontra no campeonato nacional e consiga se destacar individualmente. O camisa 70 quer em breve atuar por um grande do continente europeu.

A carreira
Matheus Cunha foi criado no bairro da Torre, em João Pessoa. A quadra da Praça São Gonçalo era um local para poder brincar com a bola na companhia do pai. Mas depois de um tempo, Seu Carmelo, decidiu colocá-lo para jogar futsal criança no Esporte Clube Cabo Branco, em João Pessoa. Ali ele começou a levar a sério.

 

Aos 11 anos, o jogador se transferiu para o CT Barão, no Recife. Disputou algumas competições em parelelo também pelo Gol de Placa, da capital paraibana. Pouco tempo depois chamou a atenção de um empresário, em Pernambuco, que decidiu levá-lo para fazer testes no Coritiba. Quando recebeu o convite para atuar na base do Coxa, Matheus Cunha ficou sem acreditar.
 

Pelo Coritiba, Matheus Cunha representou o clube na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano. A equipe acabou eliminada na terceira fase para o Corinthians. Após a participação na Copinha, o Coxa foi para os Estados Unidos e disputou a Dallas Cup. Foi lá que o Sion demonstrou interesse em contar com o atacante a partir da temporada 2017/18, na Suíça.


- Já no sub-20 do Coritiba após jogar a Copa São Paulo, disputei um campeonato nos Estados Unidos, a Dallas Cup. Tinha olheiros, agentes do futebol europeu, e tinha esse pessoal do Sion que demonstrou interesse. Eles conversaram comigo, tudo se intensificou e deu certo a oportunidade de se transferir para cá - concluiu.

Redação com globoesportes.com

Compartilhe