Um tema vem preocupando a Federação Paraibana de Futebol (FPF), no tocante ao andamento do Campeonato Paraibano de 2019 em termos de arbitragem, vendo isso a (FPF) lançou um edital de inscrição para árbitros de todo o país. Com isso, a FPF põe em prática a ideia de utilizar juízes de outros estados e evidencia uma deficiência de formação no Estado.

 

A situação ficou pior com o banimento de nove árbitros e árbitros auxiliares do quadro local e até da CBF, condenados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por fazerem parte de um esquema de manipulação de resultados no Campeonato Paraibano deste ano.

 

Estão fora do quadro de arbitragem Adeilson Carmo Sales (ex-árbitro da FPF), Antônio Carlos Rocha (ex-árbitro da FPF), Antônio Umbelino (ex-árbitro da FPF), Éder Caxias (ex-árbitro da CBF), Francisco Santiago (ex-árbitro da FPF), João Bosco Sátiro (ex-árbitro da CBF), José Maria de Lucena Netto, (ex-auxiliar da CBF), Tarcísio José (ex-auxiliar da FPF) e Josiel Ferreira (ex-auxiliar da FPF).

 

As inscrições vão até esta sexta-feira e árbitros de todo o Brasil podem se inscrever. Será aceito pedidos de árbitros com idade até 50 anos e pertencentes aos quadros estaduais. O edital também serve para analistas de arbitragens que queiram prestar serviços para a FPF.

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Diretoria do Treze confirma saída de treinador Flávio Araújo

A segunda passagem de Flávio Araújo a frente da comissão técnica do Treze, durou apenas 8 jogos na Série C do Brasileiro. O treinador responsável do acesso, não suportou mais…

Com gol de Marta, Brasil vence Itália e vai às oitavas

O Brasil garantiu hoje sua vaga para as oitavas de final da Copa do Mundo feminina 2019. Em jogo no Stade du Hainaut, em Valenciennes (França), pela terceira rodada do…