João Pessoa, 20 de Abril de 2019
Esportes
08/02/2019 as 09:39min - PB Agora
Presidente do CSP vê grupo desunido para justificar má campanha

Para muitos, o CSP não aceitou a antecipação do jogo contra o Botafogo, para prejudicar o Belo que terá uma maratona difícil na próxima semana, com viagens e jogos pela Copa do Brasil e Copa Nordeste. Mas, o presidente do Tigre Josivaldo Alves, disse ontem, que os motivos foram outros, e que até torce pelo sucesso do representante da Paraíba nas duas competições organizadas pela Confederação Brasileira de Futebol.

 

“Eu tenho o maior apreço pelo novo presidente do Botafogo, Sérgio Meira, e até pedi desculpas por não atender a solicitação dele. Os motivos pelos quais eu mantive o jogo para amanhã foram de ordem unicamente técnica, que podem beneficiar o meu clube, que atravessa uma situação difícil na competição. Tive mais tempo para recuperar alguns jogadores com problemas de contusão, e ainda mais, acredito que o Botafogo jogando no sábado, contra o lanterna da competição, sendo líder isolado, sem ser ameaçado, tende a poupar o maior número de jogadores possíveis para os difíceis jogos que terá após o CSP”, disse o presidente e treinador do Tigre.

 

Segundo Josivaldo, o zagueiro Gilmar jogou no sacrifício contra o Sousa e ganhou tempo para tratar uma contusão. O goleiro Wallace e o atacante Henrique só treinaram ontem, porque estavam também entregues ao departamento médico. Lúcio Curió, que está afastado da equipe há alguns dias, ganhou mais um dia para melhorar o condicionamento físico, e assim poder jogar, pelo menos, um tempo. Já o volante Gel continua no DM, e já está vetado para o jogo contra o Botafogo.

 

Redação

 

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Compartilhe