João Pessoa, 18 de Março de 2019
Esportes
10/03/2019 as 07:00min - PB Agora
Quatro jogos movimentam oitava rodada do Campeonato Paraibano neste domingo

Na reta final da primeira fase do Campeonato Paraibano, quatro jogos fecham a oitava rodada da competição. No Perpetaão, o Atlético enfrenta o líder Botafogo-PB; em Campina Grande o Campinense enfrenta o Serrano; no José Cavalcanti o Esporte de Patos pega o Sousa e no Almeidão o CSP enfrenta o Treze.

 

Botafogo – Líder disparado e fazendo uma temporada quase irretocável. Assim está o Belo nesse início de temporada.

Para o jogo contra o Trovão Azul, O Botafogo-PB vai poupar os titulares contra o Atlético às 17h, devido a maratona de jogos no Estadual, na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil. O Belo tem 18 pontos no Grupo A e só poderá ser alcançado pelo Sousa, que tem 13 pontos e o Nacional de Patos, que tem 12.

O Trovão Azul, que vai com força máxima, precisa apenas de uma vitória simples para garantir a vaga matematicamente. Os atleticanos também possuem outra ambição no Paraibano, que é de retomar a liderança perdida para o Campinense há algumas rodadas.

O primeiro objetivo é a classificação, mas, se ela vier junto com a volta ao primeiro lugar do Grupo B, a comemoração vai ser dobrada.

 

Campinense - Líder do Grupo B, com 14 pontos, o Campinense poderá garantir hoje a sua classificação contra o Serrano-PB, às 16 horas, no Amigão.

A Raposa teve uma semana turbulenta, com greve dos jogadores por atraso no pagamento dos salários. A partida tem validade pela oitava rodada do estadual. Caso vença o Lobo da Serrano, a Raposa chegará aos 17 pontos, manterá a lidernça do Grupo B e não poderá mais ser alcançada pela Perilima, que soma nove pontos, faltando duas rodadas para o final da primeira fase.

Com boa parte das pendências financeiras resolvidas na sexta-feira, o técnico Francisco Diá comandou trabalho tático no campo do Palmeiras da Malhada Grande, zona rural de Queimadas, e definiu a equipe vai a campo logo mais.

Para esse duelo, o Rubo-Negro tem o desfalque do volante Cléber, capitão da equipe, suspenso por conta do terceiro cartão amarelo, recebido na última rodada, contra o Nacional de Patos.

Os atacantes Warlei, lesionado, e Chaveirinho, ainda em fase de transição, continuam fora de combate.

Lutando para não cair, o Serrano quase teve dois treinadores renomados do futebol paraibano no início da semana.

Mas depois de anunciar Celso Teixeira e Neto Maradona e ver as negociações, de alguma forma, fracassarem, a diretoria definiu que o jovem Arthur Ferreira é quem vai assumir a equipe.

A missão do novo treinador é complicada: somar mais pontos que o Treze nas últimas três rodadas para se livrar do rebaixamento.O Serrano é lanterna do Grupo A, com cinco pontos, um a menos que o Galo.

O Campinense deve entrar em campo com Wagner Coradin, Neílson, Jean, Richardson e João Victor; Romeu, Vitor Maranhão, Álisson Xabala e João Paulo; Dênis e Lopeu. Técnico: Francisco Diá. Já o Serrano deve começar a partida com Serrano: Rodrigo  Calchi, Ferreira, Darlan, Weverson e Jefferson Sandes; Fernando Luiz, Jonny, Renatinho e Robertinho; Ivandro Neto e Ítalo. Técnico: Arthur Ferreira.

 

Treze - Próximo a zona de rebaixamento para a Série B do Paraibano, o Treze faz um jogo de vida ou morte contra o CSP, às 16h, no Estádio Almeidão, em João Pessoa.

Há mais de um mês sem vencer e sequer marcar gol no Campeonato Paraibano, o Treze enfrenta o CSP precisando desesperadamente da vitória.

As duas equipes têm campanhas idênticas até então, com duas vitórias e cinco derrotas em sete jogos, e ocupam as penúltimas colocações dos grupos A e B do estadual, lutando contra o rebaixamento.

A situação alvinegra é menos desconfortável, já que tem um ponto de vantagem para o lanterna Serrano.

Para motivar o elenco do Galo, que vem de quatro derrotas seguidas, além da promoção de Kleber, que assumiu o grupo após a demissão de Marcinho Guerreiro, a diretoria trezeana apostou na contratação de outro ex-jogador da casa, o ex-volante Adelmo. Ele assumiu o cargo de auxiliar técnico antes do Carnaval e ajudou a preparar a equipe para o duelo decisivo deste domingo (10), em João Pessoa.

Com quatro desfalques para encarar o CSP, já que o zagueiro Brumati, o volante Coppetti e o atacante Marcão, todos suspensos, e o lesionado defensor Victor Souza não jogam, Kleber Romero e Adelmo apostam na força do grupo para fazer o Treze superar o momento turbulento. .

No CSP, o lateral esquerdo Kaio, com uma entorse no tornozelo, e o atacante Léo Alves, diagnosticado com estiramento no músculo posterior da coxa direita, não estão relacionados pelo técnico Josivaldo Alves.

Porém o Tigre chega motivado para encarar o Galo. O CSP vem de vitórias contra Nacional de Patos, em casa, e Serrano, fora, ocasiões em que anotou sete gols e sofreu dois.

Brigando por classificação, o Sousa, vice-líder do Grupo A, com 12 pontos, enfrenta o lanterna do Grupo B, o Esporte de Patos, as 17h, no José Cavalcanti.

Único time invicto no Paraibano, o Sousa ocupa a segunda colocação do Grupo A, com 13 pontos, um mais que o Nacional de Patos, que abriu a rodada antes do carnaval vencendo a Perilima.

Já o Esporte de Patos vem de derrota para o Botafogo-PB na rodada passada, resultado que fez o time voltar à última colocação do Grupo B.

E, na zona do rebaixamento com três rodadas para o encerramento da primeira fase, é necessário mostrar reação; caso contrário, vai voltar à Segundona em menos de um ano após ter conquistado o acesso.

Após o término da rodada, algumas posições na tabela serão invertidas, já podendo inclusive, ter noção dos clubes que poderão alcançar a classificação ou correr o risco de rebaixamento.

Severino Lopes

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Compartilhe