Investigadores britânicos afirmaram nesta segunda-feira (4) que um corpo foi encontrado nos destroços do avião que caiu com o jogador argentino Emiliano Salas, no Canal da Mancha, entre a França e o Reino Unido. A aeronave transportava apenas o atacante argentino e o piloto no momento do acidente.

Os destroços do avião foram encontrados neste domingo no fundo do Canal da Mancha.

"Com base na análise de imagens de vídeo de ROV (veículo submarino controlado remotamente), os investigadores da AAIB a bordo do navio concluíram que o objeto é o destroçado da aeronave Piper Malibu desaparecida", disse a agência de investigação de acidentes aéreos da Grã-Bretanha (AAIB, na sigla em inglês) em comunicado.

As buscas subaquáticas – realizadas por uma cooperação entre a empresa Blue Water, contratada pela família do jogador, e a AAIB – foram feitas em uma área de 13 quilômetros quadrados ao norte da ilha de Guernsey.

A aeronave, um monomotor, desapareceu em 21 de janeiro depois de decolar do aeroporto de Nantes (França). O avião seguia para Cardiff, no País de Gales. Além do atacante argentino de 28 anos, o piloto David Ibbotson, de 59 anos, estava a bordo.

Dias antes do acidente, Sala teve a transferência confirmada do Nantes para o Cardiff City FC – time que, apesar de representar a capital do País de Gales, joga a primeira divisão inglesa.

As buscas pelo avião chegaram a ser encerradas em 24 de janeiro. Dois dias depois, a família do jogador disse que seguiria com as buscas utilizando recursos financeiros de uma campanha realizada pela internet.

 

G1

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário