O deputado estadual Tião Gomes (PSL) denunciou na manhã desta quinta-feira, na Assembleia Legislativa, que empresas de água mineral estão vendendo o produto contaminado. Tião não deu nomes, mas revelou que recebeu diversas denúncias, em seu gabinete, quanto à falta de qualidade da água mineral produzida e distribuída na Paraíba.

“Pelas informações que nos chegam a toda hora, no gabinete, a água vem de todo canto. É água de barreiro, poluída. Água que a população paga caro para ter. E isso não é culpa do Governo do Estado, não. É coisa de polícia mesmo”, afirmou Gomes.

O parlamentar pediu que a Agevisa – Agência Estadual de Vigilância Sanitária fiscalize as empresas responsáveis pelo engarrafamento e distribuição de água mineral para constatar as denúncias. Segundo ele, “o que vem acontecendo na Paraíba é um verdadeiro crime contra o consumidor e contra a saúde pública”.

Ainda de acordo com Tião Gomes, a proliferação desenfreada de empresas e marcas de água mineral acaba contribuindo para a falta de qualidade do produto. “Devo deixar claro que não são todas. Por isso é preciso uma fiscalização rigorosa para separar o joio do trigo. Não podemos permitir que a população continue sendo enganada, tomando água da torneira, dos rios e açudes, contaminada com coliformes fecais, como se fosse água mineral de primeira qualidade. Além do mais, pagando caro por isso”, reforçou.

Assessoria
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-prefeita de São José dos Ramos é condenada por improbidade

A ex-prefeita do Município de São José dos Ramos, Maria Aparecida Rodrigues de Amorim, foi condenada pela prática de Improbidade Administrativa consistente no não recolhimento de contribuições previdenciárias. As penalidades…

Vila Vicentina tem 11 casos de covid-19 e uma morte confirmada

Até esta segunda-feira (25), o abrigo de idosos Vila Vicentina, localizado no bairro da Torre, em João Pessoa, registrou 11 casos de idosos com confirmação para a covid-19 e um…