João Pessoa, 12 de Dezembro de 2018
Paraíba
16/06/2014 as 09:12min - PB Agora
Paraíba já teve 90 governadores em 429 anos de fundação

A Paraíba, desde sua fundação em 1585, teve até a gestão de Ricardo Vieira Coutinho, cerca de 90 governos entre titulares e os substitutos (vices-governadores, presidentes da Assembleia Legislativa, e do Tribunal de Justiça). Houve ainda duas juntas governativas logo depois da Proclamação da República, em 1889.

Em 429 anos de história, o Governo da Paraíba teve até agora apenas duas mulheres no exercício do cargo de governadora. A primeira foi Lauremilia Lucena, que assumiu por alguns dias a chefia do Executivo quando era vice-governadora no 1º mandato do governador Cássio Cunha Lima.

A segunda mulher a governar a Paraíba foi a desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti, na condição de presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba. Ela assumiu o governo este ano, por ocasião de viagem do governador Ricardo Coutinho a Brasília. A magistrada esteve no cargo por três dias, de 24 a 26 de março deste ano.

Veja a lista dos Governantes da Paraíba da sua fundação até antes da República:


1585-1588. João Tavares

1588-1591. Frutuoso Barbosa

1591-1592. André de Albuquerque

1592-1600. Feliciano Coelho de Carvalho

1600-1603. Francisco de Sousa Pereira

1603-1605. André Albuquerque

1605-1608. João Barros Correia

1608-1612. Francisco Coelho de Carvalho

1612-1616. João Rabelo de Lima

1616-1620. Francisco Nunes Marinha de Sá

1620-1623. João de Brito Correia

1623-1627. Afonso França

1627-1634. Antonio Albuquerque

1655- Primeiro governador após a expulsão dos holandeses, foi João Fernandes Vieira. Um dos chefes mais notáveis do movimento restaurador em Pernambuco. Encontrou a Paraíba na miséria. É inegável que empregou esforços para a reconstrução da colônia, procurou estabelecer a agricultura e aparelhar engenhos desenvolvendo assim a agricultura. No seu governo voltaram a Paraíba os monges beneditinos dirigidos por Francisco Paulo do Espírito Santo, encontrando seu mosteiro em ruínas, foram residir em casas até a reconstrução do mosteiro.

1657- Capitão-mor Matias de Albuquerque Maranhão. Sua administração assinala o período de reconstrução da Paraíba, com extraordinário zelo e melhorou as fortificações da capitania.

1662- João Rego Barros. Desenvolvimento da cana de açúcar, determinou que o açúcar fosse remetido ao reino e não a Pernambuco como vinha sendo feito.

1670- Luis Nunes de Carvalho. Fez excelente administração.

1673- Inácio de Carvalho. Não foi bem sucedido como seu antecessor.

1675-Manuel Pereira de Lacerda. Organizava empresa e bandeiras com o objetivo de dominar os índios e conquistar os sertões.

1678- Alexandre de Sousa Azevedo. No seu governo falece a maior figura da Paraíba André Vidal de Negreiros.

1684- Antonio da Silva Barbosa. No governo houve um surto de febre amarela denominada de Bicha, que dizimou grande parte da população.

1687- Amaro Velho Ciqueira. Decreta que o açúcar seja vendido livremente nos comércios.

1692- Manuel Nunes Leitão. Uma seca assola a Paraíba, não sendo favorável a sua administração. Funda a povoação litorânea de Mamanguape, sendo seu Primeiro donatário Duarte Gomes da Silveira. Ainda na sua gestão é fundada as cidades de Guarabira e Pombal.

1697- Manoel Soares Albergaria. Regulou a situação do fumo na Paraíba. É fundada Campina Grande que se chamou antes Vila Nova da Rainha.

1700- Francisco de Abreu Pereira. Eleva-se o número de 50 soldados para cada capitania. Fundada a cidade Cruz do Espírito Santo, nesse lugar deu-se uma violenta batalha entre paraibanos e holandeses. São punidos os negros fugidos de Palmares.

1703- Fernando de Barros Vasconcelos. Proíbe a indústria de sal.

1708- João da Mata da Gama. Manda construir a Casa da Pólvora que é concluída em 1710, recebe a visita de Dom Manuel Álvares da Costa, bispo da capitania de Pernambuco.

Foram 27 governos da fundação da Paraíba à Proclamação da República.

Agora, veja a relação dos Governos da Paraíba a partir da Proclamação da REPÚBLICA no ano de 1889. Até agora um total de 56, já incluindo o governador Ricardo Coutinho.

1889. Junta Governativa - JUNTA GOVERNATIVA

-Ten-coronel Honório Cândido Ferreira Caldas.

- Antônio da Cruz Cordeiro Senior.

- Cap. de engenheiros João C.de Oliveira Cruz.

- Comandante Tomás de Aquino Mindelo.

- Capitão Manoel Alcântara de Sousa Cousseiro.

- Manoel Carlos de Gouveia.

1889-Venâncio Augusto de Magalhães Neiva - PRESIDENTE.

1891-1892. Junta Governativa - JUNTA GOVERNATIVA.

-Coronel Cláudio do Amaral Savaget.

-Eugênio Toscano de Brito.

-Joaquim Fernandes de Carvalho.

1892- Álvaro Lopes Machado. - PRESIDENTE.

1892- 1896. Álvaro Lopes Machado. - PRIMEIRO PRESIDENTE CONSTITUCIONAL.

1896- Padre Walfredo Leal. - SUBSTITUTO.

1896- 1900. Antônio Alfredo da Gama e Melo.-PRESIDENTE.

1900- 1904. José Peregrino de Araújo. - PRESIDENTE.

1905- 1908. Monsenhor Walfredo Leal. - VICE-PRESIDENTE.

1908- 1912. João Lopes Machado. - PRESIDENTE.

1912- 1915. João Pereira de Castro Pinto. - PRESIDENTE.

1915- 1916. Cel. Antônio da Silva Pessoa. -VICE-PRESIDENTE.

1916- Sólon Barbosa de Lucena. - PRESIDENTE.

1916- 1920. Francisco Camilo de Holanda. - PRESIDENTE.

1920- 1924. Sólon Barbosa de Lucena. - PRESIDENTE.

1924- 1928. João Suassuna. - PRESIDENTE.

1928- 1930. João Pessoa Cavalcanti. - PRESIDENTE.

1930- Álvaro Pereira de Carvalho. - SUBSTITUTO.

1930-1932. Antenor da França Navarro. - INTERVENTOR.

1932-1935.Gratuliano da Costa Brito. - INTERVENTOR.

1935-1940. Argemiro de Figueiredo. – GOVERNADOR E INTERVENTOR.

1940-1945. Ruy Vieira Carneiro. - INTERVENTOR.

1945-Samuel Vital Duarte. - INTERVENTOR.

1945-1946. Severino Montenegro. - INTERVENTOR.

1946-Odon Bezerra Cavalcanti. - INTERVENTOR.

1946-1947. José Gomes da Silva. - INTERVENTOR.

1947-1950. Osvaldo Trigueiro de A. Melo. - GOVERNADOR.

1950-1951. José Targino. - VICE-GOVERNADOR.

1951-1953. José Américo de Almeida. - GOVERNADOR.

1953-1954. João Fernandes de Lima. - VICE-GOVERNADOR.

1954-1956. José Américo de Almeida. - GOVERNADOR.

1956-1958. Flávio Ribeiro Coutinho. - GOVERNADOR.

1958-1960. Pedro Moreno Gondim. - VICE-GOVERNADOR.

1960-1961. José Fernandes de Lima. - PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA.

1961-1966. Pedro Moreno Gondim. - GOVERNADOR.

1966-1971. João Agripino. - GOVERNADOR.

1971-1975. Ernani Sátiro - GOVERNADOR ELEITO PELA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA.

1975-1979. Ivan Bichara Sobreira. - GOVERNADOR ELEITO PELA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA.

1979-1983. Tarcísio de Miranda Burity. - GOVERNADOR ELEITO POR COLÉGIO ELEITORAL.

1982-Clovis Bezerra Cavalcanti - VICE-GOVERNADOR.

1983-1986. Wilson Leite Braga. - GOVERNADOR ELEITO.

1984-Almir Carneiro da Fonseca – PRESIDENTE TRIBUNAL DE JUSTIÇA.

1986-Rivando Bezerra Cavalcanti. - PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA.

1986-1987. Milton Cabral. - GOVERNADOR ELEITO PELA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA.

1987-1991. Tarcísio de Miranda Burity. - GOVERNADOR ELEITO.

1991-1994. Ronaldo José da Cunha Lima - GOVERNADOR ELEITO.

1994-Cícero Lucena - VICE-GOVERNADOR.

1988-Miguel Levino de Oliveira Ramos - PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA.

1995 - Antônio Marques da Silva Mariz - GOVERNADOR ELEITO. 18/10/1995 –

1998-José Targino Maranhão. - VICE-GOVERNADOR.

1996-Antônio Elias de Queiroga - PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA.

1999-2002. José Targino Maranhão - GOVERNADOR ELEITO.

2002-Roberto Paulino - VICE-GOVERNADOR.

 

O então presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Marcos Souto Maior, também assumiu por alguns dias o governo.

2003-2007 - Cassio Cunha Lima ( Cássio Cunha Lima, ganhou as eleições e assumiu o governo mais uma vez, até ser afastado por determinação do julgamento do TSE, deixando o governo em fevereiro do ano de 2009)

Maria Lauremilia Assis de Lucena, foi a Vice-governadora no primeiro governo de Cássio.

José Lacerda Neto, Vice-Governador no segundo governo de Cássio. Neste governo o então presidente do Tribunal de Justiça, Antonio de Pádua Montenegro assumiu o governo por alguns dias, além do então presidente da Assembléia Legislativa, deputado Arthur Cunha Lima.

18 de feveiro de 2009 - Assume o então senador José Targino Maranhão, segundo mais votado nas eleições, e governou a Paraíba até 31 de dezembro de 2010. Neste período o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Luiz Sílvio Ramalho Júnior e o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Ricardo Marcelo, também governaram por alguns dias.

Ricardo Vieira Coutinho assumiu em 1º de janeiro de 2011 e governará até 31 de dezembro de 2014. O Governo é o 56º desde a proclamação da República, em 15 de novembro de 1889.

 

Fonte: Wikipédia

Pesquisa: Josélio Carneiro

Compartilhe