Nesta quinta-feira (06), o Diário Oficial dos Municípios do Estado trouxe a exoneração dos ocupantes de cargos comissionados e a rescisão de todos os contratos. A justificativa do prefeito João Bosco Nonato Fernandes seria a necessidade de pagar os salários dos servidores públicos e reduzir os gastos.  A medida tem tempo indeterminado.

Os únicos comissionados que não foram exonerados foram os secretários, tesoureiros da Prefeitura e da Fundação Municipal de Saúde, além de coordenadores, diretores e administradores municipais.

Os únicos contratos da Prefeitura que permanecem são os vinculados aos Centros de Referência de Assistência Social (CREAS e CRAS),  ao projeto Criança Feliz, à Estratégia Saúde da Família  e servidores vinculados ao serviço, Estratégia Saúde Bucal da Família, Estratégia Agentes Comunitários de Saúde e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: PB bate recorde e registra quase 1.300 novos casos em 24h

A Paraíba bateu um novo recorde nesta quarta-feira (27) ao registrar 1.290 novos casos em apenas 24h. De acordo com boletim epidemiológico do Governo do Estado, emitido através da Secretaria…

Estado entrega mais de 6 mil cestas básicas para indígenas

Mais seis mil cestas alimentares para comunidades indígenas em situação de vulnerabilidade foram disponibilizadas para famílias Potiguara, Tabajara e famílias venezuelanas Waraos. O pedido de auxilio emergencial enviado pela Secretaria…