Após a queda de um pedaço de concreto da marquise do Estádio Almeidão sobre um torcedor, no último sábado, durante a partida entre Botafogo-PB e CSP, o governo do Estado decidiu interditar parte da arquibancada do estádio. A decisão foi tomada após alerta do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

 

O procurador Valberto Lira, que é também presidente da Comissão de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, se reuniu na manhã deste segunda-feira, na sede do MPPB, com membros da Polícia Miliar, do Corpo de Bombeiros, da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) e da Federação Paraibana de Futebol (FPF) para tratar do assunto. O Governo do Estado, administrador do estádio, então, definiu que a Arquibancada Sombra da principal praça esportiva do Estado será interditada para reparos não só na estrutura proveniente do acidente, mas para uma vistoria mais acentuada acerca daquela área

 

Valberto Lira citou o Estatuto do Torcedor para justificar sobre o laudo de engenharia dos estádios. A validade é de cinco anos, e, conforme o procurador, a última apresentação dos laudos dos estádios foi em janeiro de 2016. Apesar de ainda dentro da validade, uma solicitação de antecipação dos laudos deve ser requerida.

 

A proposta inicial é de interditar a Arquibancada Sombra, já começando por CSP x Nacional de Patos, jogo que abre a 6ª rodada do Campeonato Paraibano, na próxima quarta-feira. Sendo assim, apenas a Arquibancada Sol estará apta para receber os torcedores. Para jogos do Botafogo-PB, por exemplo, que comporta uma maior quantidade de torcedores, a arquibancada sombra só poderá receber torcedores fora da abrangência da marquise. Nesta condição, baterias de banheiros químicos devem estar disponíveis aos torcedores. As três primeiras fileiras do setor das cadeiras – de baixo para cima – também devem se isolar.

Pedaços de concreto de uma marquise do estádio Almeidão, em João Pessoa, caíram durante uma partida do Campeonato Paraibano, entre Botafogo-PB e CSP, neste sábado (9). As pedras atingiram um torcedor, que ficou ferido.

 

O torcedor Elbert Oliveira, de 35 anos, que é corretor de imóveis, estava indo assistir à partida acompanhado do filho de 7 anos e do pai. Ele foi atingido por um pedaço do concreto nas costas, recebeu atendimento na ambulância que estava no estádio e passa bem.

Redação

 

 

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos



Deixe seu Comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas

TCE suspende pagamentos de assessoria jurídica em duas Prefeituras da PB

Por meio de medidas cautelares, o conselheiro substituto do Tribunal de Contas da Paraíba, Renato Sérgio Santiago Melo, determinou que as Prefeituras de Esperança e Remígio suspendam quaisquer pagamentos por…

Assembleia Legislativa debate racismo em sessão especial

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta segunda-feira (20), sessão especial para comemorar o dia do Assistente Social, celebrado em 15 de maio. A propositura, de autoria da deputada…